Amamentar mais de um ano?

Veja a composição do leite materno apóso segundo ano de vida!

 

Tom da Carol com mais de dois anos mamando!
Amamentação pode diminuir risco de enfarte em até 37%
Mães que amamentam os filhos por dois anos podem reduzir em até 37% o risco de enfarte. Uma das hipóteses levantadas para explicar o fato é que a amamamentação tenha um efeito antiestresse de longa duração
Redação ÉPOCA, com Agência Estado

Mães que amamentam seus filhos por um ano podem reduzir o risco de enfarte em  13%. O número pode chegar a 37% quando o tempo de amamentação ultrapassa os dois  anos, segundo estudo publicado no American Journal of Obstetrics & Gynecology. A pesquisa traz a primeira evidência de que o tempo acumulado de  amamentação pode influenciar a saúde cardiovascular no longo prazo.

O  estudo foi realizado com 89,326 mulheres cujo último filho tivesse nascido até 30 anos antes. Dessas, 63% já haviam amamentado. Os pesquisadores levaram em  consideração fatores como idade, número de partos, peso, histórico familiar, dieta e sedentarismo.

Uma das hipóteses levantadas pelos cientistas é que a amamentação tenha um efeito antiestresse de longa duração por conta da
produção do hormônio oxitocina, que melhora a resposta ao estresse. O  aleitamento materno também contribui para que a mulher recupere seu perfil metabólico pré-gravidez.

Durante a gestação, a quantidade de gordura  visceral, a resistência à insulina e os níveis de lipídios e triglicérides aumentam no organismo feminino, prejudicando seu coração e sobrecarregando o sistema cardiovascular da mãe. A pesquisa aponta que isso pode ser contornado quanto mais a mulher amamentar.

LH

A reportagem saiu na Época confira o link confirme o link clicando aqui

Luana em uma peça de Teatro mamando na mãe Tati

Desmame Natural? Isso existe?

Leiam e comentem!

por Elsa Regina Justo Giugliani*

*Pediatra, professora da Faculdade de Medicina da UFRGS, presidente do Departamento de Aleitamento Materno da SBP, Especialista em Aleitamento Materno pelo IBLCE (International Board of Lactation Consultant Examiners)

O homem é o único mamífero em que o desmame (aqui definido como a cessação do aleitamento materno) não é primariamente determinado por fatores genéticos e instinto, sendo fortemente influenciado por fatores socioculturais. Hoje, ao contrário do que ocorreu por pelo menos dois milhões de anos, ao longo da evolução da espécie humana, a mulher opta (ou não) pela amamentação e, influenciada por múltiplos fatores, decide por quanto tempo vai (ou pode) amamentar. Muitas vezes, as preferências culturais (não amamentação, introdução precoce de outros alimentos na dieta da criança, amamentação de curta duração) entram em conflito com a expectativa da espécie. Algumas conseqüências dessa divergência já puderam ser observadas, como desnutrição e alta mortalidade infantis, sobretudo em áreas menos desenvolvidas. Porém, as conseqüências a longo prazo ainda não são totalmente conhecidas, já que transformações genéticas não ocorrem com a rapidez com que podem ocorrer mudanças de hábitos. Começam a ser mostradas evidências de que o não amamentar segundo as expectativas da espécie pode ter repercussões negativas ao longo da vida dos indivíduos. Assim, a não amamentação ou amamentação sub-ótima pode favorecer o aparecimento de doenças alérgicas, diversas doenças do sistema imunológico, alguns tipos de cânceres, obesidade, diabete e doenças cardiovasculares, além de interferir negativamente no desenvolvimento oro-facial. Provavelmente, com o aparecimento de novas pesquisas nessa área, outros males serão relacionados com os hábitos “modernos” de alimentação infantil, mas alguns aspectos dificilmente podem ser quantificados, especialmente os relacionados com a psique humana.

Atualmente, em especial nas sociedades ocidentais, a amamentação é vista primordialmente como uma forma de alimentar a criança, sob o controle total dos adultos. Assim, perdeu-se a percepção da amamentação como um processo mais amplo, complexo, envolvendo intimamente duas pessoas e com repercussão na saúde física e no desenvolvimento cognitivo e emocional da criança, além de repercussões para a saúde física e psíquica da mãe. Hoje, em muitas culturas “modernas”, a amamentação prolongada (cujo conceito varia de acordo com a “convenção” da época e do local) freqüentemente é vista como um distúrbio inter-relacional entre mãe e bebê. Perdeu-se a noção de que o desmame não é um evento e sim um processo, que faz parte da evolução da mulher como mãe e do desenvolvimento da criança, assim como sentar, andar, correr, falar. Nesta lógica, assim como nenhuma criança começa a andar antes de estar pronta, nenhuma criança deveria ser desmamada antes de atingir a maturidade para tal. Em harmonia com esta linha de pensamento, Dr. William Sears, um antigo pediatra, recomendava “Não limite a duração da amamentação a um período pré-determinado. Siga os sinais do bebê. A vida é uma série de desmames, do útero, do seio, de casa para a escola, da escola para o trabalho. Quando uma criança é forçada a entrar em um estágio antes de estar pronta, corre o risco de afetar o seu desenvolvimento emocional”. Essas palavras sábias podem ter pouco respaldo em sociedades individualistas, que tendem a acelerar o processo de independização do ser humano, substituindo o seio por métodos de auto-consolo como chupetas, paninhos, mantinhas, ursinhos, etc.

Segundo diversas teorias, o período natural de amamentação para a espécie humana seria de 2,5 a sete anos. Atualmente, a Organização Mundial da Saúde recomenda aleitamento materno por dois anos ou mais, sendo exclusivo nos primeiros seis meses. Apesar dessa recomendação, muito poucas mulheres no Brasil amamentam por mais de dois anos. As razões para a não amamentação prolongada variam desde dificuldade em conciliar a amamentação com outras atividades, até crença de que aleitamento materno além do primeiro ano é danoso para a criança sob o ponto de vista psicológico. Uma parcela de mães, apesar de demonstrar desejo em continuar a amamentação, sente-se pressionada a desmamar por profissionais de saúde, seus maridos, parentes, vizinhos e amigos. Pois, para a manutenção do paradigma que sustenta a afirmação de que amamentação prolongada não é natural, foi necessário criar vários mitos tais como o de que uma criança jamais desmama por si própria, que a amamentação prolongada é um sinal de problema sexual ou necessidade materna e não da criança e que a criança que mama fica muito dependente. Algumas mães, de fato, desmamam para promover a independência da criança. No entanto, é importante lembrar que o desmame provavelmente não vai mudar a personalidade da criança. Além disso, o desmame forçado pode gerar insegurança na criança, o que dificulta o processo de independização.

O desmame pode ser agrupado em quatro categorias básicas: abrupto, planejado ou gradual, parcial e natural. Sob a ótica de que o desmame é um processo de desenvolvimento da criança, parece razoável afirmar que o ideal seria que ele ocorresse naturalmente, na medida em que a criança vai adquirindo competências para tal. No desmame natural a criança se auto-desmama, o que pode ocorrer em diferentes idades, em média entre dois e quatro anos e raramente antes de um ano. Costuma ser gradual, mas às vezes pode ser súbito, como por exemplo em uma nova gravidez da mãe (a criança pode estranhar o gosto do leite, que se altera, e o volume, que diminui). A mãe também participa ativamente no processo, sugerindo passos quando a criança estiver pronta para aceitá-los e impondo limites adequados à idade. O Quadro 1 apresenta os sinais indicativos de que criança pode estar pronta para iniciar o desmame:

Quadro 1. Sinais sugestivos de que a criança está madura para o desmame

• Idade maior que um ano

• Menos interesse nas mamadas

• Aceita variedade de outros alimentos

• É segura na sua relação com a mãe

• Aceita outras formas de consolo

• Aceita não ser amamentada em certas ocasiões e locais

• Às vezes dorme sem mamar no peito

• Mostra pouca ansiedade quando encorajada a não amamentar

• Às vezes prefere brincar ou fazer outra atividade com a mãe ao invés de mamar

É importante que a mãe não confunda o auto-desmame natural com a chamada “greve de amamentação” do bebê. Esta ocorre principalmente em crianças menores de um ano, é de início súbito e inesperado, a criança parece insatisfeita e em geral é possível identificar uma causa: doença, dentição, diminuição do volume ou sabor do leite, estresse e excesso de mamadeira ou chupeta. Essa condição usualmente não dura mais que 2-4 dias.

Algumas vantagens do desmame natural encontram-se no Quadro 2:

Quadro 2. Vantagens do desmame natural

• Transição tranqüila, menos estressante para a mãe e a criança

• Preenche as necessidades da criança até elas estarem maduras para o desmame

• Fortalece a relação mãe-filho

• Ajuda a mãe a ser menos ansiosa com relação aos estágios de desenvolvimento de seu filho

O desmame abrupto é desencorajado, pois se a criança não está pronta, ela pode se sentir rejeitada pela mãe, gerando insegurança e muitas vezes rebeldia. Na mãe, o desmame abrupto pode precipitar ingurgitamento mamário, bloqueio de ducto lactífero e mastite, além de tristeza ou depressão, por luto pela perda da amamentação ou por mudanças hormonais.

Muitas vezes a mulher se depara com a situação de querer ou ter que desmamar antes de a criança estar pronta. Nesses casos, o profissional de saúde, em especial o pediatra, deve respeitar o desejo da mãe e ajudá-la nesse processo. O quadro 3 apresenta os fatores que facilitam o encorajamento do bebê para o desmame.

Quadro 3. Encorajando o bebê a desmamar: facilitadores

• Mãe segura de que quer (ou deve) desmamar

• Entendimento da mãe de que o processo pode ser lento e demandar energia, tanto maior quanto menos pronta estiver a criança

• Flexibilidade, pois o curso é imprevisível

• Paciência (dar tempo à criança) e compreensão

• Suporte e atenção adicionais à criança – mãe não deve se afastar neste período

• Ausência de outras mudanças ocorrendo: Ex.: controle dos esficteres

• Sempre que possível, desmame gradual, retirando uma mamada do dia a cada 1-2 semanas.

A técnica utilizada para fazer a criança desmamar varia de acordo com a idade da mesma. Se a criança for maior, o desmame pode ser planejado com ela. Pode-se propor uma data, oferecer uma recompensa e até mesmo uma festa. A mãe pode começar não oferecendo o seio, mas também não recusando. Pode também encurtar as mamadas e adiá-las. Mamadas podem ser suprimidas distraindo a criança com brincadeiras, chamando amiguinhos, entretendo a criança com algo que lhe prenda a atenção. A participação do pai no processo, sempre que possível, é importante. A mãe pode também evitar certas atitudes que estimulam a criança a mamar, por exemplo, não sentar na poltrona em que costuma amamentar.

Algumas vezes, o desmame forçado gera tanta ansiedade na mãe e no bebê, que é preferível adiar um pouco mais o processo, se possível. A mãe pode, também, optar por restringir as mamadas a certos horários e locais.

As mulheres devem estar preparadas para as mudanças físicas e emocionais que o desmame pode desencadear, tais como: mudança de tamanho das mamas, mudança de peso e sentimentos diversos tais como alívio, paz, tristeza, depressão, culpa e arrependimento.

Já se avançou muito na valorização do aleitamento materno nos últimos tempos. A recomendação da duração da amamentação passou de 10 meses na década de 30 para dois anos ou mais nos dias de hoje. Atualmente, fala-se em desmame natural como a forma ideal de desmame, sem especificar uma idade mínima ou máxima para que esse processo ocorra. Apesar desse avanço ainda estamos longe de encararmos o desmame como um marco do desenvolvimento da criança. Para chegarmos a este estágio, faz-se necessário entender e enfrentar as circunstâncias que, segundo Souza e Almeida, “ultrapassam a natureza e desafiam a cultura e a sociedade”.

Fabiola e Paola mamando!

às mães que amamentam após um ano

Por Carlos González

As mães que continuam amamentando após um ano enfrentam muitos problemas, sobretudo devido às críticas de quem crê que isso “não é normal” e as ameaçam com todo tipo de doenças e catástrofes.

Na realidade, não se conhece qual é a idade “natural” do desmame no ser humano. Cada cultura tem a esse respeito seus próprios costumes, apesar de que nenhuma desmama tão cedo quanto a cultura ocidental do século XX. A antropóloga norte-americana Katherine Dettwyler (1) abordou a questão a partir da zoologia comparada, generalizando uma hipotética idade para o desmame no ser humano a partir dos dados referentes a outros primatas, a partir de vários parâmetros que se correlacionam de forma mais ou menos exata com a amamentação:

a) Segundo o peso do nascimento.

Costuma-se dizer que os mamíferos se desmamam quando triplicam o peso do nascimento. Isso só é válido para os animais pequenos; os animais de tamanho parecido com o nosso se desmamam após quadruplicar o peso do nascimento, o que seria aproximadamente aos dois anos e meio.

b) Segundo o peso do adulto.

Muitos mamíferos se desmamam ao alcançar aproximadamente a terça parte do peso do adulto. Como em nossa espécie o homem adulto é maior, isso representaria um desmame mais tardio: os meninos com sete anos (ao alcançar os 23 kg), e as meninas um pouco antes dos seis anos (com 19 kg).

c) Segundo o peso da mãe.

Os pesquisadores Harvey e Clutton-Brock constataram que, em um grande número de primatas, a idade do desmame em dias é igual ao peso de uma fêmea adulta em gramas multiplicado por 2,71. Aplicando essa fórmula a uma mãe de 55 quilos, corresponderia a desmamar aos três anos e quatro meses.

d) Segundo a duração da gestação.

A relação entre a duração da amamentação e a duração da gestação é muito variável entre os primatas, mas parece ter relação com o tamanho dos indivíduos. Nos macacos pequenos, essa relação costuma ser inferior a dois; mas entre nossos parentes mais próximos (em parentesco e tamanho), a relação é de 6,4 para o chimpanzé e de 6,18 para o gorila. Se assumirmos que para o ser humano essa relação deverá ser também superior a 6, o resultado é um mínimo de quatro anos e meio de amamentação.

e) Segundo a dentição.

O desmame pode acontecer em muitos primatas quando ocorre a erupção do primeiro molar permanente, o que corresponderia aos 6 anos do ser humano.

Em conclusão, Dettwyler supõe que a idade normal do desmame no ser humano é entre os dois anos e meio e os sete anos.

No congresso espanhol de grupos de mães, ocorrido no ano de 2001 em Zaragoza, realizamos uma pesquisa para averiguar qual era a duração da amamentação entre as mães participantes, e que vantagens e desvantagens encontravam as mães que amamentam bebês após um ano.

Trata-se de uma amostra altamente selecionada (mães com suficiente interesse e meios econômicos para participar do evento), e que de modo algum representa a sociedade espanhola. Mas nos permite afirmar que a amamentação depois de um ano existe, ainda que seja em um grupo pequeno.

Responderam ao questionário 95 mães que juntas têm 174 filhos. Trabalham fora de casa 74, e 78 haviam amamentado mais de um ano. Somente 15 mães haviam praticado amamentação tandem (ou seja, amamentado dois filhos de idades diferentes ao mesmo tempo).

Portanto, não é preciso ser dona de casa para amamentar por mais de 1 ano.

O resultado foi o seguinte:

Formação – total – Amamentaram por mais de 1 ano

Graduação – 31 – 30

Cursos seqüenciais/tecnólogo – 32 – 22

Curso técnico – 17 – 14

Ensino médio – 13 – 10

Ensino fundamental – 2 – 1

Isso contrasta com a situação tradicional de algumas décadas, em que apenas as mães pobres de zonas rurais amamentavam após 1 ano de idade. É precisamente entre as mães mais cultas e informadas que se recupera a prática da amamentação.

No momento da entrevista, 109 bebês haviam sido desmamados, com uma idade média de 19,1 meses, enquanto que 65 seguiam mamando, com una idade média de 20,9 meses. Ou seja, que já superaram a média e continuam mamando, o que fará com que a média global aumente muito quando ocorrer o desmame dessas 65 crianças.

A comparação entre os filhos de uma mesma mãe mostra também um incremento progressivo na duração da amamentação. Entre 20 mães com três filhos ou mais, a duração média da amamentação do primeiro filho foi de 12,8 meses. Do segundo filho, um (50 meses) ainda mamava, e os demais haviam sido desmamados com uma idade média de 19,3 meses. Do terceiro filho, 13 seguiam mamando (idade média de 25,9 meses) e 7 estavam desmamados (com média de idade de 29,3 meses). Podemos dizer que a amamentação prolongada foi tão satisfatória para essas mães, que repetiram e aumentaram a dose com os demais filhos. Com certeza, também há mães que não tiveram uma experiência satisfatória na amamentação, e é provável que estas mães não participem de congressos de amamentação.

O resultado foi o seguinte:

Formação – total – Amamentaram por mais de 1 ano

Graduação – 31 – 30

Cursos seqüenciais/tecnólogo – 32 – 22

Curso técnico – 17 – 14

Ensino médio – 13 – 10

Ensino fundamental – 2 – 1

Isso contrasta com a situação tradicional de algumas décadas, em que apenas as mães pobres de zonas rurais amamentavam após 1 ano de idade. É precisamente entre as mães mais cultas e informadas que se recupera a prática da amamentação.

No momento da entrevista, 109 bebês haviam sido desmamados, com uma idade média de 19,1 meses, enquanto que 65 seguiam mamando, com una idade média de 20,9 meses. Ou seja, que já superaram a média e continuam mamando, o que fará com que a média global aumente muito quando ocorrer o desmame dessas 65 crianças.

A comparação entre os filhos de uma mesma mãe mostra também um incremento progressivo na duração da amamentação. Entre 20 mães com três filhos ou mais, a duração média da amamentação do primeiro filho foi de 12,8 meses. Do segundo filho, um (50 meses) ainda mamava, e os demais haviam sido desmamados com uma idade média de 19,3 meses. Do terceiro filho, 13 seguiam mamando (idade média de 25,9 meses) e 7 estavam desmamados (com média de idade de 29,3 meses). Podemos dizer que a amamentação prolongada foi tão satisfatória para essas mães, que repetiram e aumentaram a dose com os demais filhos. Com certeza, também há mães que não tiveram uma experiência satisfatória na amamentação, e é provável que estas mães não participem de congressos de amamentação.

Responderam da seguinte forma à pergunta de se as pessoas relacionadas apoiaram ou criticaram a amamentação (pergunta feita a todas as mães, incluindo as que desmamaram antes de 1 ano de idade):

quem – apóiam – criticam

Marido ou companheiro – 77 – 6

Amigas ou vizinhas – 47 – 53

Mãe ou sogra – 44 – 39

parteira – 27 – 6

Outros parentes – 22 – 43

pediatra – 15 – 36

enfermeiras – 6 – 19

Médico ou GO – 5 – 9

Outros – 29 – 14

Considerando que cada mãe pode ter vários amigos ou vários pediatras, alguns grupos apareciam ao mesmo tempo aprovando e criticando. Observamos que o papel dos profissionais de saúde é em geral negativo, salvo no caso das parteiras. E, em todo caso, parecem influenciar menos, tanto para o bem como para o mal, que parentes e amigas. Como se nos mantivéssemos à margem.

Destaque muito positivo para o papel do marido, que quase nunca critica e que é a pessoa que mais aprova. Duvidamos que isto reflita um grande interesse pela amamentação entre os maridos espanhóis em geral, e achamos que , na verdade,aconteceu uma seleção natural: o apoio incondicional do marido é quase imprescindível para que uma mãe consiga amamentar, desfrutar da sua experiência, envolver-se num grupo de apoio e participar de um congresso sobre amamentação.

Por último, perguntamos o que foi mais agradável e o que foi mais desagradável ao amamentar bebês maiores de 1 ano:

O que é mais agradável ao amamentar bebês maiores de 1 ano:

Contato físico, olhar, vínculo – 36

Relação especial, amor, algo teu – 34

Felicidade materna, realização pessoal – 20

Comodidade e liberdade – 14

O melhor alimento – 12

Bebê feliz – 10

Consolo ou calma para o bebê – 8

É algo natural – 3

Mais saudável para o bebê – 6

Carinho – 1

O que é mais desagradável ao amamentar bebês maiores de 1 ano:

Críticas de outras pessoas – 33

Nada – 14

Mamadas noturnas – 10

Pedir muito quando a mãe não deseja – 4

Difícil de conciliar com irmãos maiores – 4

Mordidas – 4

Desmame – 4

Falta de informação profissional e de apoio social – 4

Dependência – 4

Sensação de que não vai deixar de mamar – 2

Não poder sair de noite – 2

Dificuldade para conciliar com inquietudes maternas – 2

Desinformação (medo absurdo) – 1

Problemas mamários (mastites, rachaduras) – 1

Angústia – 1

Conforme era esperado, essas mães encontram muito mais satisfações que problemas (de outro modo, não o teriam feito). Entre as vantagens se dá muito mais importância aos aspectos afetivos e psicológicos que à nutrição e à saúde física; enquanto que entre os inconvenientes destacam-se as críticas recebidas de outras pessoas, e um grande número de mães espontaneamente afirmam que não houve nada desagradável em sua experiência.

Portanto, a amamentação após uma ano de idade do bebê é uma realidade entre algumas mulheres espanholas, sobretudo de classe média-alta, e parece que a prática está crescendo. É preciso que nós profissionais de saúde adotemos um papel mais efetivo de apoio às mães que amamentam, e que contribuamos na educação da população para que estas mães recebam o respeito que merecem.

(1) Stuart-Macadam P, Dettwyler K. Breastfeeding. Biocultural perspectives. Aldine de Gruyter, New York, 1995

Tradução: Fernanda Mainier

Revisão: Luciana Freitas

Original em espanhol http://www.dardemamar.com/Lactancia_prolongada_por_Carlos_Gonzalez.pdf

Quando a amamentação vai além do primeiro ano. Comente, dê seu depoimento e envie-nos fotos de seu bebê com 2, 3, 4 (ou mais) anos mamando no peito.

“… para a manutenção do paradigma que sustenta a afirmação de que amamentação prolongada não é natural, foi necessário criar vários mitos, tais como o de que uma criança jamais desmama por si própria, que a amamentação prolongada é um sinal de problema sexual ou necessidade materna e não da criança, e que a criança que mama fica muito dependente.”

Este é um trecho de um texto interessante e esclarecedor da pediatra Especialista em Aleitamento Materno, Elsa Regina Justo Giugliani. Leia o texto na íntegra aqui.

“(…) Estudos antropológicos revelam que em muitas culturas não-ocidentais as mulheres amamentam comumente seus filhos até os 3-4 anos. Serão elas ou nós os excêntricos? (…)” 

Leia a íntegra do artigo do dr. Marcus Renato aqui, ou veja o artigo publicado no sítio original aqui.

227 respostas para Amamentar mais de um ano?

    • Katharina Dvorzak disse:

      Me emocionei com a mãe que amamenta o bebezinho recém nascido e o mais velho… que lindo! Que história de amor! Meu filho tem 2 anos e 8 meses e mama quando eu chego do trabalho, antes de dormir e algumas vezes de madrugada. Existe muito preconceito, eu mesma já me peguei pensando “isso não tá certo…” Fiquei muito feliz com esta leitura, me encontrei! Agora vou seguir com a amamentação, feliz por fazer bem ao meu filho e ao meu corpo… e agora sem me sentir uma “ESTRANHA”.

    • Bruna disse:

      Adorei o texto, meu filho tem 1 ano e 10 meses e mama no peito. Eu adoro, mas sinto que meu leite já não serve para nada, em termos nutricionais e imunológicos. Foi tranquilizadora a leitura acima, me senti mamífera de novo rs.
      Além disso, as pesadas criticas estão se tornando insuportáveis agora que os 2 anos dele estão chegando, as pessoas simplesmente não se conformam que ele ainda mame no peito, ouço de tudo. E com falta de informação e excesso de critica, estou me sentindo como que com a data para o desmame marcada, e me assusta, pois em nada me desagrada amamentá-lo, só pararia por que todos dizem que estou fazendo mais mal do que bem a ele. Com o texto parei para repensar a respeito, será mesmo que 2 anos é o fim da amamentação? Será mesmo que preciso parar só por que ele fará 2 anos? Será que estou fazendo mal ao meu filho?

      obrigada pelo texto, voltei a pensar no assunto com mais honestidade!

      bruna

      • beatriz disse:

        Bruna, eu sinto exatamente o mesmo!!! minha bebe de quase 2 anos mama e adora. Nós duas adoramos o nosso momento de carinho. Ficamos tão unidas nesses momentos!!! E eu tb tinha a falsa ilusão de que meu leite de nada servia… Realmente essa leitura foi fantástica!!!

      • SILVANA MENEZES disse:

        ola meu nome é Silvana e o meu filho esta com 3 anos e 2 meses e ainda mama mas tô conseguindo desmama-lo com tranquilidade mas nao é nada facil

    • Karina Cavalcante Dâmaso Garboggini disse:

      Karina C Dâmaso, adorei o artigo e a pesquisa, tenho uma filha de dois anos e ainda a amamento, sofro preconceito por isso, dos pais, parentes e amigos; dizem que o leite não passa de água sem valor nutricional, que minha filha não desenvolve mais e engorda, por mamar demais, que ela vai ficar muito insegura e dependente de mim. Enfim, são muitos os comentários, porém, não me sinto segura em desmamá-la agora, prefiro esperar por sua própria decisão. Sei que ela é saudável, suas gripes se curam logo, e ver seu sorriso de satisfação após as mamadas me consola o coração, além de trazer uma alegria inigualável. Fico indignada quando leio ou vejo na tv especialistas darem uma conotação sexual as mães e bebês que ultrapassam os limites dados por uma sociedade insensível e materialista, que não compreende o amor de mãe e filho num processo lindo de amor que é o ato de amamentar um ser. Há prazer sim, mas um prazer espiritual de saber que nutri, protege e dá segurança e amor ao seu filho, razão de sua vida terrestre, que ultrapassa até seu próprio existir. Pelo menos eu como mãe, assim me sinto. Obrigada

      • Keilla Tonete da Silva disse:

        Amei o texto e as palavras da Karina, meu filho tem dois anos e sete meses e ainda mama. Fiquei muito feliz com o texto e os comentários e me sinto mais confiante por saber que é um ato natural. Muito mais é um ato de verdadeiro amor.

    • lilly disse:

      Boas! Já amamento ha 2 anos e meio e meu filhote continua um glutão de leitinho. Adoramos esta nossa relação tão harmoniosa e só nossa cheia de carinho conforto, segurança e comunicação. Ambos damos força um ao outro para sermos mais fortes na nossa relação mãe-filho-mãe. Acredito ño desmame natural e vou respeitar este processo. Já houve muitos comentários desagradáveis desde a enfermeira : Vai amamentar até ele ir para a faculdade?, a médica: a criança não desmama por si própria, a minha mãe: amamentar após 1 ano de idade pode levar a problemas psicológicos, a entidade patronal: era boa ideia deixar de amamentar, a educadora de infancia: já está na hora de deixar de mamar, a psicóloga: ainda amamenta? de uma forma mais ou menos direta várias pessoas consideradas cultas e informadas e especializadas continuam com a ideia de algo pouco natural até mesmo chegar ao bloqueio completo…imagino as muitas mães que são mais inseguras e não conseguem ultrapassar um conjunto de comentários que nos importunam ao longo dos tempos e vindo eles de individuos mais credibilizados na sociedade. Sempre me ensinaram a seguir o coração e em caso de dúvida, seguir o coração e em caso de desorientação, seguir a intuição. Mães de todo o mundo, amamentar é tão saudavel como respirar.
      Bjinhos
      lillysotnas

  1. Bom ver o texto aqui!🙂

    Salve Carlos González!

  2. Nossa, meu nome saiu errado! Também, digitando com uma mão e amamentando minha bebê às vésperas de seus 2 anos🙂

  3. Sou pediatra, tive meu filho com 42 anos e amamentei por 2 anos e 4 meses, trabalhando o dia todo. Sofri com as críticas mas nem ligava, e tinha apoio do meu marido. Tenho saudade desse contato que me relachava muito já que não podia ficar com ele o tempo todo.Precisamos apoiar essas mulheres que se sentem felizes mas não tem apoio de ninguem.Estou organizando grupos de apoio aqui em Itapeva no prédio da Fundação Orsa.Voces são pessoas especiais, parabens.

    • Silvânia disse:

      olá, estou amamentando meu bebê que está agora com 1 ano completo, hj fui a consuta rotineira e a pediatra disse que apesar dele mamar e alimentar-se bem, tipo almoça, janta e come frutas variadas, eu preisava dar algum tipo de leite além do peito, tipo 300 ml por dia, isso procede? estou c dificuladade, pois meu bb não aceita muito bem! Obrigada! beijos

    • Tamires disse:

      eu amo amamentar minha bebê ela tem 1 ano e 2 meses, mais não tenho muito apoio em continuar amamentando, nem meu marido me apoia, me criticam muito, e sofro muito com isso, pois minha filha ainda é muito apegada a mim, e ela ama mamar, ela come de tudo mais não fica sem o mamazinho dela, eu tenho muito prazer em amamentar ela, e me parte o conração de ver pessoas sem um pingo de informação, e caretas, sei que o leite materno faz muito bem a ela, ela cresce e ingorda conforme o esperado, ela é muito amorosa, e come de tudo, mas quando fica doente só quer o peito, e é ai que meu marido e algumas outras pessoas falam: se ela tivesse na mamadeira talvez eça teria fome, queria ajuda de pessoas que possam falar com ele abri a mente dele, mandar alguns artigos dos beneficios de ser amamentados por mais de 1 ano

    • Patricia disse:

      Oi Vania, que legal ler o seu depoimento. Meu filho tem 1 anos e 11 meses e estou amamentando até agora. Já fui criticada mas não ligo. Meu marido me apoiou até agora mas está fazendo um pouco de pressão para que eu pare agora que meu filho completará 2 anos. Eu tbém gostaria de parar já que desde que ele nasceu, ele acorda todos as noites pedindo para mamar. Isso é um pouco desgastante. Mas agora comecei a conversar com ele e dizer que a noite é para dormir e durante o dia, ele come as comidinhas e mama. Ele tem chorado muito as duas ultimas noites que fiz isso, mas volta a dormir e acordou so de manhã e pediu para mamar, e eu amamentei. Não sei como vai ser qdo eu parar de vez, pois ele adora mamar. Mas espero ser forte para ir até o final. Vc tem dicas de como fez para desmamar o seu bebê. Obrigada. Abraços

  4. ivanir Kronbauer Fischer disse:

    Como isto é interessante, estas pesquisa pois ajuda nos que trabalhamos com a amentação, e algo muito importante.Mostra que o trabalho não é em vão.

  5. Romilda Tasso disse:

    Nossa! parece que estão falando de mim neste texto, minha bebe de 2 anos e 4 meses ainda mama, e se dependesse da pediatra dela já teria desmamado, pela minha vontade mama até os 18 anos, rsrsr brincadeira, mas acho que quem terá q ser desmamada sou eu. Fiquei muito feliz com a materia, Parabens!!! desrespeito é algo que tabm encontramos em muitos profissionais da saúde, é legal quando vimos materias como está. Parabens.

  6. carol disse:

    QUE ALÍVIO! NÃO ESTOU SOZINHA NESSA!
    AMAMENTO A lORENA DE QUSE DOIS ANOS..A FAMÍLIA ACHA UM ABSURDO..

  7. Eliane disse:

    Oi eu amamento o meu filho e não ligo para que todos dizem que ele está grande para ser amamentado,o meu filho está com quase dois anos emeio e pretendo amamenta-lo ainda pois estive na pediatra homeopata e ela achou meu filho muito bem, aconselho todas as mães a continuar a amamentar, pois isto só trará benefícios para os dois, e não liga para as críticas, faça o que seu coração manda.

  8. Bruna Leite Santana disse:

    “O inferno são os outros”.

    Aqui em casa não vemos problema algum em amamentar a Içara, hoje com 1 ano e 1 mês, marido e eu gostamos e sabemos o quanto é importante para mim e para ela.

    há 20 dias, ela ficou doente uma dor de garganta terrível. nem água tomava. O que salvou de ir parar no hospital? Leite materno! A única coisa que ela não cuspia ou vomitava.

    Mas, as outras pessoas.. tias, mães, etc.. olham e dizem: “você ainda tem leite?”, “ainda é bom?”,

    O problema não são as perguntas e sim o tom de crítica em cada palavra.

    E o bom é saber que tem tanta gente bacana por aí, fazendo o mesmo que eu🙂 e dando de ombros para os tititis..

    Obrigada por dividirem tanta coisa boa por aqui.

  9. Liliana Trindade disse:

    Que alegria…viva a todas as mamaes que amamaentam depois dos 6 meses.
    to cansada de ser criticada.
    A amamentacão é um ligacão entre eu e minha filha.
    ela brinca com meu peito e ate conversa com ele rsssss
    por isso , o peito é meu e eu dou ate quando eu quiser.
    Minha filha ja ficou muitas vezes doente e so tomava peito, evitou desidracão. bjs para todas.

  10. Eliane disse:

    Gosto de amamentar minha filha de um ano e seis meses.Só me preocupa o fato dela não querer almoçar, nem jantar,come fruta,danone,biscoito bem pouco.As vezes acho q o peito está atrapanlhando ela se alimentar melhor.Tentei tirar,mas fiquei com pena e anoitei tornei a dar o peito.Ela adora mama.Não sei o q uma faço.De uma coisa eu tenho certeza,vou cotinuar dando o peito a ela.ela é uma menina lida.Ela pesa 12,200kl.Acho q é um peso de acordo com a idade dela!

    • Carla maria disse:

      Boa noite tenho uma filha de 3 anos ainda mama e gosto muito de lhe dar o peito so que as pesdoas dizem que ja devia de tirar eu nao vou tirar quando ela nao quiser ai sim enquanto tiver leite dou o peito .a minha filha mama muito as vezes ate doi de ela mamar muito e varias vezes ao dia. E bom saber amigas que nao tou sozinha muitas maes tao na mesma situacao

      • Suzanna disse:

        Carla, você faz muito bem em continuar amamentando tua filha, viu? Mamar faz muito bem para a criança, e dar de mamar é excelente para a saúde da mulher também!
        Há quase dois anos, voltei a amamentar minha filha, que eu havia desmamado precocemente a pedido do meu marido, que queria meus peitos só pra ele. Depois de eu mostrar este blog pra ele, meu marido atentou para a importância do leite materno para a criança, e me incentivou a voltar a amamentar nossa filha. E ela, aos poucos, voltou a mamar nos meus peitos!
        Desde então, continuo amamentando ela e meu marido, e me sinto muitíssimo bem! Meus exames laboratoriais estão sempre dentro da normalidade, e continuo tendo muito leite!
        Já li em algum lugar que a amamentação ajuda a manter a saúde da mulher, e quanto mais a mulher amamentar melhor pra ela! Claro que, para isso, a mulher precisa sempre estar atenta à sua boa alimentação.
        Eu e meu marido já decidimos que, quando nossa filha não quiser mais mamar, ela para, sem problemas, mas tem de partir dela o desmame. Contudo, enquanto eu tiver leite nos peitos – e, durante este tempo todo, não sinto nenhuma diminuição na minha produção! -, meu marido vai continuar mamando em mim.
        Se alguém me pedisse um conselho para a saúde da mulher que amamenta, eu diria que esta mulher deveria procurar continuar amamentando pelo maior tempo possível. E, para isso, eu sugiro fortemente a participação do marido!
        Eu fico muito agradecida ao meu, pois isso, além de nos aproximar ainda mais, colabora para minha boa saúde!
        Um beijo carinhoso pra você, e outro pra tua filhinha.
        Boa sorte!!!
        Suzanna

  11. alessandra da costa disse:

    olá eu estou com coração partido pois eu amo amamentar meu filho ,pois devido antibiotico os dentinhos dele está estragando e a drªodontopediatria disse para fazer o tratamento eu teria que tirar a mama pois é devido a mama está prejudicando mais ainda os dentes do meu bêbê de 1.5 meses

    • Marieli disse:

      Alessandra,

      A Dentista mandou tirar o peito, aí vc vai dar o que no lugar? Leite de vaca??? Não vai resolver o problema, e vai acabar criando outro: um desmame forçado! =D

      Se for pra dar algum leite, que seja o seu!

      • Ana Barbosa disse:

        A minha filha tem 1ano e 10meses ,e estou com o mesmo problema ela tem caries .E oque e pior nao deixa o dentists tratar mais vivi a mesma experiencia com meu filho mais velho que mamou ate os 3anos e posso carantir o beneficio e maior doq o prejuizo amamentei meus 3 filhos por mais de 2anos eles sao muitos inteligentes na escola muitas vezes nem estudam e so tiram notas exelentes e sao muito saudadeveis nunca precisaram fficar internados e mesmo o meu menino do meio com 14 anos e eu com 40 engravidei de novo nao abri mao de amamentar p quem que consegue e um prazer e p quem nao consegue e uma frustacao p o resto da vida afinal Deus deu a cada pare do nosso corpo uma funcao!

    • FÁTIMA disse:

      Troca de dentista, urgentemente!

  12. Olá Alessandra eu sou a Fabiola Cassab e uma das fundadoras da Matrice. EU amamento minha filha de 05 anos! Olha eu tenho uma visinha ortodontista que sempre me diz que é muito importante amamentar no mínimo até 02 anos e que devo fazer que minha filha coma alimentos duros, como pão velho, cenoura em pedaços. A explicação é a seguinte: nao existe dente grande para a boca existe sim boca nao desenvolvida para a chegada dos dentes.
    A amamentação desenvolve uma série de musculos na boca que ajudam a aplia-la.
    da uma olhada neste artigo : http://www.aleitamento.com.br/a_artigos.asp?id=x&id_artigo=1594&id_subcategoria=7
    a organização mundial de saude recomda amamentação até 02 anos no MININO!
    e se vc procurasse outra opiniao?
    bjs Fabiola

    • beatriz disse:

      Minha filha tem 3 anos e a pressão para o desmame vem de todos os lados. Exceto meu marido que é muito compreensivo e nos apoia totalmente. Ela adora mamar, chega a fechar os olhinhos ao declarar isso. Difícil tarefa manter a amamentação prolongada na nossa sociedade ignorante.

  13. cris souza disse:

    Olá meu nome é Cris e gostaria de saber o que devo fazer para minha filha de um ano e dez mêses parar de mamar,na verdade ela só procura o peito a noite, durante o dia todo ela come de tudo inclusive o mingal mais quando chega a noite mesmo ela dormindo quer mamar.Ela dorme na minha cama,será que o cheiro influência?Por favor mandem alguma resposta pro meu e-mail,agradeço.

    • Flávia Campos disse:

      Cris,

      Por qual motivo deseja desmamar sua filha? Essa mamada noturna pode significar pra ela o momento de maior aconchego e carinho entre vocês duas, o que a torna cada vez mais segura e feliz. Sem falar nos inúmeros benefícios para a saúde dela. Se eu fosse você curtia ao máximo esses momentos, pois acho que vai sentir falta quando ela estiver maiorzinha e, naturalmente, perder o interesse e a necessidade de mamar no peito. Digo isso porque não há o que eu peça mais a Deus do que muito leite e por muuuito tempo pra minha primeira filhinha que está chegando em novembro!!

      Um beijo!

  14. Adriana disse:

    Amamento a Luiza que está com 1 ano e um mês e é tão bom sentir essa aproximação que a amamentação oferece, sem falar nos benefícios em relação a saúde. E olha que já ouvi tanta besteira… mas querem saber? NEM LIGO!!!! Nos sentimos bem e sabemos que faz bem, então, seguimos nosso coração e somos felizes assim.

  15. Renata disse:

    Voltei a trabalhar há mais ou menos 20 dias, e continuo amamentando o meu bebê de quase 7 meses.
    Ele já tem 2 dentinhos (e estão nascendo mais 2) já me deu algumas mordidas doloridas, mas sigo firme e forte, com total apoio do meu marido e da minha família. Pretendo amamentá-lo até que ele queira e enquanto isso for prazeiroso para nós dois.
    Eu saio de casa as 6 da manha e chego quase 6 da tarde, e ele não mama leite artificial. Durante o dia come frutas e as papinhas, sucos e de manhã cedinho antes de eu sair e a noite quando volto ele mama em livre demanda. É o que meu coração me manda fazer. Estamos felizes assim!

  16. Angela Grangeon disse:

    Amamentei minha filha por 2 anos e 1 mês, fui criticada pela família , mas não dei ouvidos pois niguém coseguiria algo para substituir o fortalecimento diário do carinho entre mãe e filha. As etapas da amamentação são encatadoras, a troca de olhar, o toque do bebê na mama, das mais distitas maneiras, a intimidade e os sorrisos, até diferentes sons que emitem os bebês quando nos veem chegar para dar mama. NÃO TEM PREÇO!Sou muito feliz por tudo isso!
    Agora estou amamentando meu segundo filho que está com 42 dias e estamos nos conhecendo, vamos ver até quando ele vai querer mamar!? Por enquanto está tudo dando certo, está crescendo saudável e parece gostar muito deste alimento “mágico”.

    • Patricia disse:

      Oi Angela, legal o seu depoimento. Meu filho esta com 1 ano e 11 meses. Estou amamentando ainda, mas gostaria de parar pois desde que ele nasceu, acorda todas as noites querendo mamar e já estou exausta. Gostaria de saber se voce fez alguma coisa para a sua filha desmamar ou se foi um processo natural? Se tiver alguma dica, agradeço desde ja. Abraços e muitas felicidades.

  17. Daiene Martinez disse:

    Ola, meu filho tem 1 ano e 2 meses tenho muita dificuldade de alimenta-lo, a um mês começou a aceitar as papinhas a uma semana não pode ver as papinhas na frente começei a introduzir alimentos mais solidos, parece que achou diferente e comeu um pouco mas mesmo assim come duas colheres e so com muita insistencia come um pouco mais, socorro não sei mais o que fazer…… a 3 meses esta pesando 9.500kilos e nesse mês esta com 9.300 mama toda hora no peito, quero amamentar por muito tempo mas estou com medo do meu filho continuar perdendo peso.

  18. Patricia disse:

    Olá, tenho um bebê de 9 meses, e amamento, qdo ele estava com 5 meses o pediatra pediu para complementar a alimentação dele com fórmula, porém ele não aceitou a mamadeira, tão pouco o leite.
    Eu gostaria de voltar a trabalhar, mas tenho receio de deixá-lo na escolinha e amamentá-lo apenas de manhã, noite e madrugada;
    Eu preciso de uma orientação do que é mais saudavel, pois até o momento nenhum pediatra conseguiu me explicar o que seria melhor para meu bebê, além do leite materno e a fórmula a quantidade necessária para seu desenvolvimento.
    Ainda sobre o leite materno, é verdade ou mito, que bebês que mamam no peito dormem menos a noite, ou seja, a mãe sempre terá que amamentar durante a madrugada. “Isso ainda acontece comigo pelo menos duas vezes na madrugada.”
    Muito Obrigada e espero contato.

    • kelly disse:

      Meu bebe tem 9meses e meio e so mama no peito. Nao aceitou outro tipo de leite nem na mamadeira nem no copo. Queria dar outro leite para completar durante o dia, pois agora amamento apenas 2 vezes ao dia(as 5ou6 da manha e as 9da noite). a pediatra disse que o desenvolvimento esta normal e que se ele se alimentar de iogurtes, queijos ou sopinha de leite com bolacha, as vitaminas são as mesmas da mamadeira. Por isso estou tranquila com meu bebe. Fui tirando as mamadas por horarios, primeiro substitui o da manha por frutas, depois o almoço. a noite pelo jantar, continuando a amamentar tres vezes ao dia(5ou6da manha, 3:30 da tarde e 9 da noite). o das 3:30 me preocupava por ser um intervalo muito grande amamentar cedo e a noite, mas ele nao mostrava interesse, eu é que dava naquele horario. Assim substitui por iogurte ou frutas e correu tudo bem.
      Tirei a mamada da madrugada agrando-o com a chupeta. mas depois de conseguir tirar uma vez nao pode ter recaidas. Ele mama o quanto quer mas nos horarios determinados.
      abraços.

  19. Anynha disse:

    Olá pessoal achei esse site com uma amiga,inclusive estou usando o e-mail dela pra escrever pra vcs!rs
    Então,tenho um bebê de dois anos e meio que sempre mamou no peito,mesmo grávida da minha primeira filh ele continuou mamando(estranhou um pouco mas continuou)e agora eu tive a Letícia,mas percebi que ele não queria comer mais,ficou meio caidinho,só querendo ficar com o pai,e se distanciou um pouco de mim…Mas com os dia fui percebendo que isso tudo era por causa do peito,porque quando fui pra maternidade ele estava dormindo e tinha acabado de mamar…então assim ele não entendeu nada…de uma hora pra outra saí de casa ,voltei com outra criança mamando no lugar dele…
    Então conversei com ele,expliquei que era a irmanzinha dele,que ela não podia comer nada,era só o leite,e que havia sido assim com ele tbm e talz…
    Daí fui ao pediatra no terceiro dia de vida da Letícia já corri pro pediatra com o Miguel,conversei com ela,ela disse que era normal,um ciumezinho,até porque ele é muito pequenininho pra entender a situação…Enfim falou que não tinha problema nenhum em amamentar os dois ao mesmo tempo…me aliviei…
    Cheguei em casa,meus seios estavam enormes,porque produzia mais leite do que a Létícia mamava,então acabei até dando febre…
    Mas enfim,meu marido deu um banho nele,colocou uma roupa bem fresquinha,daí chamei,ele ainda estava meio arredio,mas o coloquei no colo com cuidado pois estava com 3 dias de resguardo,daí conversando com ele falei que um peito era da Letícia e o outro era dele,mas ele não quiz mamar,então tirei a blusa e fiquei olhando pra tv,sem eu menos esperar ele logo começou a mamar,doeu um pouco porque meu peito estava tão cheio que quase não tinha bico,mas depois tudo vai voltando ao normal.
    Ele mama quando acorda e quando dorme,mas quando meu peito está muito cheio eu ofereço a ele,E DIGO,QUER MAMAR MEU FILHO O PEITO DE MAMÃE TAH MUITO CHEIO.?As vezes ele até pergunta”MAMÃE O PETU TA SEIO?”
    Ele é uma graça,antes de dar o peito pra Letícia sempre dou a ele,porque fica muito cheio e ela não pega direito o bico,então dou a ele,ele esvazia um pouco daí então passo pra ela ela nasceu com 3,982 agora ela está com 5,080 e está com um mês e alguns dias…
    A noite ele mama a vontade,porque ela mama umas onze da noite e vai até o outro dia,então o Miguel aproveita e eu fico mais aliviada pra dormir com os seios mais vazios ne´…
    Só que de manhã,estão quase explodindo,porque quanto mais a procura,mais rende´…mas tenho dois cabritinhos que correspondem a demanda…rsrsrs
    Muitos falam:”O MIGUEL TAH MAMANDO AINDA? ELE JA TAH VELHO,JÁ TEM OUTRO BEBÊ E ELE CONTINUA?”
    Mas não ligo o que importa é que estou bem com meus filhos,meu marido me apoia e seja o que Deus quizer!!!
    Ele tem sido um anjo na minha vida mesmo!
    Se não fosse ele a mamar e aliviar um pouco as dores acho que não estaría amamentando nenhum dos dois…
    Sou muito feliz com a família que tenho,e os outros que queiram falar de nós mães sobre a amamentação,é porque queriam estar em nosso lugar…
    Bju meninas!

    • lia houf disse:

      Amei a história … se não fosse o filhote a mamar o excesso de leite não ia pro lixo ???
      Então deixa ele mamar! kkk

    • Ana Barbosa disse:

      Lindo amei seu depoimento,eu faria a mesma coisa🙂

    • Renata Benedita Ribeiro disse:

      Oi emu nome é Renata e adorei a sua historia e quase chorei pois tenho uma filha de 2 anos e ela mama ainda tb e pretendo dar por muito mais tempo mais ela só mama em uma mama só a direta e não sei o que fazer pois ela só pega nessa e muitas pessoas ficam falando que isso vai fazer mal a ela e estou super nervosa e DEUS me enviou este site e encontrei voces parabéns pela sua historia amei muito obrigado DEUS ABENÇOE VC E SUA FAMILIA ….BJS….

    • Juci Moreira disse:

      eu estava seriamente penssando em desmama minha Sarah que estar com um ano e quatro meses, ela tambem parece uma cabritinha, mais lendo sua hestoria linda, vou continuar com minha tambem bjos

    • Fabiana disse:

      Muito bom o seu depoimento Anynha. Obrigada por compartilhar suas experiências. Estava prestes a desmamar. Então, depois da matéria esclarecedora…mudei automaticamente de opinião. E qd li seu depoimento com emoção me achei…bonito exemplo!
      oh missão sublime essa q Deus proporciona a mulher. Obrigada senhor, ser mãe é uma bênção!

  20. beth disse:

    Olá pessoal achei esse site muito legal! minha filha tem 3 anos e 9 meses. ainda mama, eu nâo ligo para o gue as pessoas falam. pois tenho um filho de 20 anos e uma diferença de 17anos.e nâo vou ter mas filhos pois a fabrica fechou, e tenho gue aproveitar porgue eles crescem. e sou maêzona mesmo………

  21. Josy disse:

    Olá, estou feliz em ter encontrado depoimentos semelhantes ao meu. Estou passando por um momento dificil, meu filho tem 1 ano e oito meses r adora mamar no peito, naum aceita outro leite e o q me incomoda, é q ele come pouco, se almoça naum quer jantar, e assim por diante. A minha mãe me critica e fala q tenho q dar estimulantes para abrir o apetite dele…e a pediatra diz q naum, q ele esta otimo e muito saudavel, apesar de comer pouquinho, ele come o que tem qualidade, como carnes, verduras e legumes.

    O que me cansa é essa comparação – o menino não quer se alimentar e a culpa é do peito. Por favor, me ajudem, tem alguem passando por isso???

    • Daiene Martinez disse:

      Oi Josy
      Meu filho tem 1 ano e 4 meses e estamos na mesma situação, ele come pouco e mama toda hora, e todo mundo fala que é o peito, mas ele tem um amiguinho da mesma idade que não mama e tambem não come, sei lá acho que até pode ser que o peito dificulte a alimentação mas se ele esta saudavel prefiro que seja assim com o meu filhote

  22. Adriana disse:

    Olá ,precizo de ajuda!!!!a minha filha a Natália não aceita outro leite nenhum,só quer o meu peito,claro ela come comidinha bebe suquinho mas não aceita de maneira nenhuma leite que não seja só o meu,já fiz de tudo até sustagem comprei pra ver se ela aceita o leite e nada,ela está com 11 mesesde idade,não queria tirar ela do peito ainda mas ouço muitas criticas de familiares e amigos,o meu marido não fala nada pra ele eu continuaria,eu estou sofrendo,me ajudam por favor,é o carinho maior entre mãe e filho parece que eu estou me separando dela,choro direto preciso da ajuda de vcs amigas ..beijo

    • sabrina gevehr disse:

      Há muitas pessoas para criticarem, eu faço que escuto e não dou bola. Passo por isso com meu filho, hoje ele tem 1 ano e 3 meses e ainda não toma leite, já tentei copo, copinho, copo de iniciação, três tipos de mamadeiras e bicos de materiais diferentes. Estou grávida de seis meses e agora meu leite secou, mas eu não pararia, pois ele gosta e é um momento nosso, mesmo sem sair leite ele mama, porque ele não chupa bico. Eu acrescento leite à dieta dele de outras maneiras, com mingaus de maizena, mucilon, leite com bolachinha. Antes de dormir dou um mingau bem reforçado, às vezes ele até come dormindo. Quando voltar o leite vou voltar a dar mama, meu marido sempre me apoiou quanto a isso e comentários.Espero ter ajudado.

  23. Adriana disse:

    A dois dias que eu não estou dando o peito percebi que ela não quer comer e nem beber suquinho,estou com medo dela ficar doente por causa do peito,eu não estou tirando de uma vez,a noite eu continuo dando, menos de dia,tento fazer ela dormir chaqualhando ela no meu colo,mas é muito dificil pois ela chora muito,tento dar outras coisas pra ela comer,ela pega duas colherzinha o resto sopra tudo fora,me ajudem por favor!!!!!

  24. Adriana disse:

    eu me esqueci de falar ela tbém não pegou chupeta,e fez do meu peito a chupeta,e com os dentinhos nascendo ela quer o peito para aliviar o incomodo dos dente,será que tem alguém que está na mesma situação que eu?????alguém pode me ajudar por favor o que fazer!!

    • sabrina gevehr disse:

      Olha Adriana!!! A não ser que esteja encomodando a ti, não tira….não vai pela opinião de outras pessoas, tem que saber o que tu está sentindo….Beijos

  25. Simone disse:

    Oi, meninas. Que legal compartilhar essas experiencias! Meu Filho tem 2 anos e 5 meses e mama no peito, para dormir, ao acordar, e nos finais de semana, quando dá na telha..rsrs… Ele teve amamentação exclusiva até os 6 meses, e hoje ele come de tudo,é um bom garfo. Para mim a amamentação so incomoda um pouco porque ele acorda todos os dias à uma da madrugada e grita do quartinho dele: mamãããeee, Pedro quer mamaaarrr!!! e ele mama e volta a dormir. Mas não chega a ser incomodo não, é tao gostoso tê-lo aconchegado que nem ligo! E faço ouvidos moucos às eventuais críticas ou olhares de espanto: mas mama com essa idade??? Acho graça e respondo, mama sim, mama até em pé! rsrs… e mantenho o bom humor.
    Acho que cada um tem seu jeito, o meu é dar de mamar até o Pedro não querer mais, é tudo de bom! Um grande abraço a todas!

  26. vanessa disse:

    Olá !
    Meu filho tem 1 ano e 5 meses e mama apenas de manha e a noite. Faz cinco dias que estou tomando um antiflamatório muito forte e para preserva-lo não estou amamentando. Embora, ele aceite bem outro leite, não sei se por conta da erupção dos caninos ou justamente por não mamar, ele esta muito birrento, bravo, etc. Eu, estou arrasada, muito triste e angustiada por que amo amentar meu filho. Acontece que estou sendo muito pressionada pelas opiniões de que chegou a hora de desmamar… e mesmo com muuuita vontade de voltar a dar peito para o meu filho, estou em duvida, com medo.Em breve tenho prevista uma cirurgia no anariz que demandará o uso de remédios. minha duvida é: Caso volte com o seio, não será muito doloroso para ele tirar novamente apos a cirurgia?
    é possivel voltar e parar e voltar a amamentar?
    o que pensam a respeito?

  27. Suzana disse:

    Olá!Meu filho tem 1 ano e 3 meses e ainda mama no peito. Durante o dia, saio do trabalho na hora do almoço e vou amamentá-lo, mas ele nao mama muito. A noite é que o bicho pega. Fica a noite toda grudado no peito, na maioria das vezes nem mama, só fica com a boquinha grudada no meu seio, acho que para sentir que eu estou ali com ele.
    O problema é fim de semana, como ele fica 100% comigo (sem a babá), ele nao quer comer nada, nem papinha, nem fruta, nada…Só quer peito. Fico preocupada, pois acho que só o leite nao sustenta,mas nao adianta, ele nao quer outra coisa…Alguem tb passa ou já passou por isso?????

  28. Taissa disse:

    Olá! Meu filhote completará 2 anos este mês e mama no peito com muita alegria. Atualmente mama de 2 a 3 vezes por dia. Não tenho pressa de tirar não e as opiniões dos outros não me atrapalhavam mto não. Acontece que descobri que estou grávida e 6 semanas e tanto minha gineco como o pediatra do meu filho falaram que eu deveria parar de amamentar para ontem pois iria prejudicar meu bebezinho na barriga. Andei pesquisando, lendo, mas fiquei assustada por serem pessoas que confio. Gostaria mto da opinião de vcs, por favor, me ajudem… continuo dando de mama para ele por enquanto… beijos!

  29. EUZENIR disse:

    Olá, tenho um filho com 17 anos, e uma filhinha com 2 anos e 8 meses que ainda mama no peito e o bom nisso é que os meus seios ainda se enchem de leite enquanto ela mama em um o outro vaza leite e ela larga correndo um para pegar o que está vazando pra ela é como um delicioso milk shake, fico muito feliz de amamentá-la por muito tempo e não tenho interesse em desmamá-la ela largará por si.

  30. Muito bom, pretendo amamentar a Sara pelo menos até os dois anos!

  31. Fico muito grata em ler depoimentos, pois amamento minha filha de 1 ano e seis meses e estava pensando em parar, justamente por ouvir críticas e por me preocupar em voltar a trabalhar. Mas realmente nada é impedimento pra isso.Minha pequena já passou por muitos momentos que poderia ter ficado resfriada ou ter qualquer coisa e por causa do meu leite nunca teve nada.

  32. sueli disse:

    Ola, sou a Sueli mae do Nicolas de 2 anos e 8 meses. Ao contrario da maioria dos depoimentos, o Nicolas nao e nada bom de garfo e deixou de ganhar peso desde os 4 meses de idade. Recebeu alta com 2,900| primeiro mes:4,00| segundo mes:4,500| terceiro mes:5,00| quarto mes:6,00| Agora com 2 anos e 8 nao sai do 10,200Kg.Ele so aceita o peito, a noite e a parte pior, pq ele so dorme com o peito e se saio do quarto ele acorda na hora. Nao sei se desmamo ele para aceitar outros alimentos. por favor me ajudem!

    • sueli Santos disse:

      se vc ainda não fez o desmame… pode fazer… meu filho tem 1 ano e 11 meses…. comia mal… faz 3 dias que eu tirei, ta comendo ate salada….tirei com o ruibarbo… abençoado ruibarbo… rs

  33. Daniele disse:

    Olá!Ninha filha tem 1 ano e 6 meses e ainda mama, sempre depois das refeições, difícil realmente de aguentar são as críticas, minha mãe sempre pergunta quando ela vai tomar mingau e parar de mamar. Detalhe é que minha filha é super saudável e nunca tomou mingau. O que me deixou chateada é que ela sempre mamou em apenas um peito e o outro não desenvolveu, ainda dá para fazer alguma coisa?Me ajudem!!!

  34. Luana disse:

    Que alegria ler esses depoimentos aqui! Tenho um bebê de um ano que ainda amamenta em mim e recebo críticas de toda a família, que pensa que sou um E.T. por querer amamentar por mais tempo. O problema é que a maioria das mães hj em dia não quer ou nao pode amamentar e as que como eu fazem questão são vistas como aberrações.

  35. Cristiane disse:

    Oi sou Cristiane e tenho uma filha. Ela mama ate hoje com 2 anos e 1 mes completos. Amo amamentar , mas o pediatra e o dentista dizem q o leite agora é pura proteína e isso está prejudicando a dentição. Será?

    • sueli Santos disse:

      oi Cris… pode ter certeza…. meu filho tem 1 ano e 11 meses…. melhor coisa que fiz na vida foi fazer o desmame dele…dorme bem a noite, e come muito melhor, come ate legumes que antes não comia…. eu tirei ele porque, eu estou com anemia, e problema nos ossos.. causa da amamentação… isso ninguem publica…. tirei ele faz 3 dias.. achei que ia ser muito sofrimento… que nada, ele nem ligou.. e olha que ele mamava 24 horas;;;ele dormia na mesma cama que eu, agora tá no quarto dele e no berço dele… se vc não tirou…. não tenha medo…

  36. Nivalda disse:

    Olá… Tenho um filho de 2 anos e 8 meses. Ele come de tudo e amamenta no peito, durante o dia e a noite. Ele teve algumas cáries e a odontopediatra exigiu o desmame noturno. Minha ginecologista tbm. Tentei mas não consegui pq não queria desmame forçado. Sou vitima de críticas, tanto de profissionais da saude quanto de pessoas do meu convivio. Adooooooro amamentar e não queria desmamá-lo, mas com tanta pressao, conversei com o meu pequeno como dois adultos… disse a ele que o “leitim de peito” tá fazendo mal pros seus dentinhos, que ele já ta grandinho, ja come isso e aquilo e ele agora disse que não vai mamar mais. Sinto que ele quer mas quando ofereço, ele diz que nao quer, que nao pode, que ta ruim. Estou me sentindo tao mal, me sentindo culpada pelo desmame antes da hora. Alguém pode me dizer alguma coisa?

  37. sueli Santos disse:

    meu filho ficava o dia e a noite grudado no peito, com 1 ano e 11 meses…… eu não suportava mais, pois a noite ele fazia meu peito de chupeta;;;;; tentei desmamar sem usar algum remédio…. varias tentativas frustadas … ate que fui apresentada ao RUIBARBO…. coloquei no peito… e quando ele pediu eu dei, me diziam que era muito amargo,experimentei, não é muito não…. quando ele colocou na boca ele disse tete ta dodoi… ai eu disse tá não mama o tete da mamãe.. ele disse coco.. kkkkkkk.. ele não quis não… agora ele dorme a noite toda, dorme sem o tete… hoje é a terceira noite…. eu estava totalmente stessada de tanto acordar a noite pra amamentar…. vou falar uma coisa é uma alegria quando vc amamenta pela primeira vez.. mas alegria maior e a ultima vez que vc amamenta… ele esta outra criança… totalmente calmo, dorme super bem.. e eu estou muito mais calma pra cuidar dele….Ruibarbo é um pó vc compra em farmácias de ervas…. muito bom…. ahhh e no meu caso, meu medico GO… mandou eu tirar eu estou com 50 kl e com problemas de saúde…. até meu cálcio ele tava tirando…hoje eu digo, se eu tivesse outro filho eu daria mama ate os 6 meses…. estress total.. vai pensando que é tudo coloridinho amamentar como mostra as propagandas… vai sonhando….

  38. Ana Maria disse:

    Tenho um filho de quase dois anos que mama no peito de manhã cedo e à noite. O problemas é que qdo acaba de mamar à noite, quer ficar sugando meu peito direto. Gosto desse contato, mas isso tem atrapahado minha vida sexual. Estou dividida. O que fazer? Marquei uma consulta no meu pediatra e na minha médica, mas ainda não chegou o dia da consulta e encontrei esse blog maravilhoso. O que vcs acham? Obrigada.

    • Sueli Santos disse:

      meu filho mamava a noite toda, só dormia com peito na boca…. eu não podia fazer nada, tava lavando louça e ele pendurado… estava quase entrando em depressão… ate que eu fui no meu GO… e ele mandou eu tirar, Ana faz 4 dias que eu tirei o matheus, ele esta com quase 2 anos… eu fiz tentativa que não deu certo, unica coisa que funcionou foi o ruibarbo, pois pensa comigo,,,, vc não esta negando o peito pra ele, ele que não vai querer mais…. foi muito tranquilo… ahhh eu e meu esposo, não consegui fazer nada…. pois quando começávamos ele chorava e dizia que tete, meu Deus,,, eu ate chorei um dia, não conheço vc, mais de coração.. tira… vai ser a melhor coisa que vc vai fazer… por vc, pelo seu relacionamento e principalmente pro bebe….. boa sorte….

      • Ana Maria disse:

        Oi, Sueli. Vou aceitar o seu conselho. Aliás, já tentei uma vez e fiquei com dó. Meu marido pediu para ele voltar, mas agora tá muito complicado, não quer sair da nossa cama de jeito nenhum. Qdo chego do trabalho quer logo ir deitar e mamar. Eu durmo e ele lá….tem dias que fico muito cansada. Vou fazer mais uma tentativa. Obrigada, um abraço.

    • izamar disse:

      Se vc gosta e o filho tb, pq parar? O bico do peito satisfaz várias necessidades, dentre elas a de sugar. Li um dia desses no Besame Mucho do Carlos Gonzales que se um homem de 30 anos não quer, às vzs, sair da cama e ficar sozinho, pq um menino de 3 anos deveria? Sei q vc ama seu filho e pensaria melhor nessa situação. O meu de 1 ano e 3 meses mama e às vzs tb só suga de dia ou de noite, e mais à noite. Convido vc a participar de uma comunidade no orkut chamada Grupo Virtual de Amamentação. Bjs. E muita força.

  39. Sueli disse:

    olha meu email é suelidamaris@hotmail.com, esse é o email do facebook tambem…. se não achar o ruibarbo… me fala que te mando por sedex;;;; rs me add e boa sorte…. vc vai conseguir… s

  40. Cris disse:

    Tenho a impressão de que as mães que amamentam seus filhos além dos dois anos de idade precisam elas mesmas serem desmamadas. O fato é que é difícil aceitar que os filhos crescem, seus hábitos alimentares mudam e eles ficam menos dependentes de nós. Não há cientificamente o que justifique uma criança de 3/4 anos mamar no seio da mãe.

    • rivania disse:

      E nem cientificacanente prove ao contrário…existe muito preconceito em relação a isso, cada mulher é dona do seu corpo, e cada mãe ama seu filho de um jeito diferente, algumas procuram fazer o melhor para eles , mesmo que for um sacrifício, outras não fazem, existem muitas maes que não amamentam seus filhos com medo do seio não cair, sabendo que o leite materno é tão importante para o bebê, pois ja foi feito pra ele…e se existe tanto constrangimento na hora do desmame, o seio empedra , a febre…É prova que tudo tem o momento certo…um bebê precisa de nove meses pra sai do ventre, alguns 1 ano para andar e nascer dentes, e por que não ter o momento de parar de mamar…isso é algo natural..so quem ama seu filho acima de tudo para entender

  41. Saliene disse:

    Oi.meu bebe tem um ano e dois meses e mama somente no peito.nao quer comer.esta errado?o que devo fazer? Obrigada.

    • Sueli disse:

      não é que esteja errado… mas é ele quem vai sofrer… meu filho eu tirei tem 1 mes e pouco…. nos primeiros dias ele não quis mamadeira, nem liguei… agora a fome apertou, kkkkkk mama uma mamadeira de manha e outra a noite;;; juro por Deus..tive duas felicidade a primeira vez que amamentei e a ultima, rsrsrs… ele esta uma benção, dorme a noite toda.. sendo que antes ele acordava de 2 em 2 horas a noite, faz 2 anos que não vou no cinema.. sábado vou conseguir fazer isso, porque agora ele fica com outras pessoas,quando ele mamava no peito dormia na cama junto comigo e com meu esposo, HOJE ele dorme no quartinho dele,melhorou 200% minha vida, eu amamentei quase 2 anos… e hoje ele come de tudo, frutas, legumes, e toma suco muito suco… se vc tirar ele do peito ele vai aprender a comer de tudo vc vai ver… boa sorte, e viva o ruibarbo… o po que coloquei pra desmamar, rsrsrsrs

  42. izamar disse:

    Gente, procurem bastante informação a respeito da amamentação, como componentes do leite, produção do leite, funções da amamentação,etc… Cada pediatra diz uma coisa. Procuremos nos informar bastante. Como sugeri lá em cima, leiam obras do pediatra Carlos Gonzales e participem de uma comunidade do orkut chamada Grupo Virtual de Amamentação.

    Se não gostamos de sofrer, muito menos nossos bebês!!!!!

  43. Sueli disse:

    ler é fácil, li trocentos….., na teoria é tudo cor de rosa….. e qualquer tonto sabe dos benefícios para o BEBE;;;; esse Carlos Gonzales nunca deve ter amamentado ao que tudo indica;;;… na boa existe vários leites, meu sobrinho com 1 mes ja tomava leite de caixinha,hoje tem 20 anos é forte, lindo e saudável, minha sobrinha mamou ate 4 anos, hoje tem 10, vive doente alais mais doente do que saudável … ai depende né… acho que temos que desmamar quando vemos que não esta fazendo bem pra nós também..

  44. Raquel disse:

    Ola gente tdo bem ? Meu nome filho david michael tem 1 ano e 7 meses e mama ate hoje. Larguei emprego pra continuar amamentando ele . Tentei varias formas desmamar ele mas nao conseguir. Vou ver ate quando ele vai mamar. Bjus

  45. Daniela disse:

    Eu acredito que cada mulher deve decidir o momento do desmame, de acordo com a sua situação emocional e a maturidade do filho. O problema é que a maioria das mulheres para de amamentar por pressão da família e da sociedade, e isso é muito triste! E é preciso estar ciente que parar de amamentar não será a solução para todos os problemas, se fosse assim, os bebês que tomam mamadeira sempre dormiriam a noite toda, seriam super independentes e os pais seriam os mais felizes do mundo! A realidade não é essa… Conheço crianças que mamaram no peito e dormiam muito bem e outras que tomavam mamadeira e dormiam mal, e o contrário também.
    Sueli, fico com pena de você, que encarou a amamentação como um fardo, como uma prisão… Eu ainda amamento a minha filha exclusivamente (faltam poucos dias para ela fazer seis meses), mas não deixo de ter os MEUS momentos. Desde que ela fez 2 meses faço um curso de corte e costura aos sábados pela manhã e ela fica com o pai. Eventualmente saio com as minhas amigas para almoçar ou jantar e eu e meu marido já fomos até para a balada e motel. O pediatra deu aval para 1 taça de vinho ou 2 copos de cerveja, eventualmente, e eu aproveito. Deixo leite ordenhado e tenho uma lata de fórmula em pó – que ela não gosta muito, mas quando a fome aperta vai – , caso não tenha leite materno guardado. Claro que não temos mais aquela tranquilidade, não fico muitas horas fora (principalmente a noite), não bebo demais, mas isso não tem a ver só com a amamentação. E ela é super grudada em mim, passa o dia no colo, dorme comigo, mas sei que aceita melhor outras pessoas quando não estou presente. E claro que ela fica mais inquieta, nem sempre aceita mamadeira, mas paciência.
    Uma coisa que eu não deixo é ela dormir no peito. Claro que às vezes acontece, mas eu amamento e depois nano ela, canto, embalo, com a chupeta. Não deixo ela fazer o peito de chupeta e ela já sabe disso, espero que isso ajude quando ela for para a caminha dela. Por enquanto ajuda ela a dormir com outras pessoas.

    • Fabiane disse:

      O grande problema atual é o grande individualismo: o MEU corpo, o MEU tempo, a MINHA satisfação; esqueceram que o seio não foi feito para o sexo, mas sim para alimentar e criar uma vida com muitos nutrientes, anticorpos e afetividade; presente dado por Deus somente às mulheres. Me sinto honrada. Acho uma agressividade colocar coisas estranhas no seio inibindo o ato de mamar para satisfazer a uma necessidade secundária da mãe, seja de ficar mais “livre” ou de ter momentos íntimos com seu companheiro. Creio que as mulheres que interrompem a amamentação quando seus filhos ainda desejam continuar terão arrependimento mais tarde, ou não, dependendo do tipo de mulher/mãe que são. Tenho um menino lindo, forte, saudável, inteligente de 3 anos e 2 meses que AINDA mama no peito e posso afirmar que não me traz prejuízo nenhum, pois me alimento de comidas saudáveis, portanto supro todas minhas necessidades nutricionais; e também não me provoca nenhum impedimento em seguir meu relacionamento íntimo com meu marido, já que sou realizada como mãe, mulher e ser humano que se preocupa com as necessidades afetivas/emocionais e por quê não dizer nutricionais daquele serzinho que gerei; isto eleva a autoestima. Espero que meu depoimento encoraje outras mães que estejam neste dilema e nestas horas sempre aparece alguém com “boas” intenções e soluções práticas, engraçadas e mirabolantes. Não dêem ouvidos às críticas, pois geralmente aquelas que criticam a amamentação prolongada não conseguiram, não quiseram ou desistiram de amamentar por algum motivo sem tanta importância.

  46. Sueli disse:

    Parabéns pra vc, tá fazendo tudo certinho, eu amava amamentar até 1 ano aproximadamente, depois foi um fardo sim… e infelizmente não tenho ninguém da minha família perto pra eu poder deixa-lo, todos moram a 300 km de distancia… e nem tenho ninguém da minha confiança pra poder deixa-lo;;; a unica pessoa que confio é minha sogra, mas ela é um senhora de idade então só deixo em extrema necessidade, mas legal pra vc, parabéns consegue ir até pra balada, enfim não vem com manual de instruções né, rs…mas é como vc disse cada uma tem que saber a hora certa de parar de amamentar, a hora certa pra mim ter tirado era quando ele tinha 1 ano,…mas enfim né, se vc amamenta criticam vc, se vc desmama criticam também,

  47. minha filha esta com 2anos e 6 meses, e ja não sei o que fazer para ela deixar de mama.Ela come de tudo mas ainda não deixou de mama .Existe remedio para secar o leite

    • Sueli disse:

      existe sim, eu tomei o nome é DOSTINEX… mas atenção vc não pode tomar com a criança ainda mamando.. eu tomei depois de 3 dias que meu filho não mamava mais,compra um remédio chamado ruibarbo, e toda vez que sua filha pedir vc sempre dá, nunca nega… mas como é amargo ela não vai querer mais… pode comprar e experimentar nem é tão ruim…ela pode pedir uns 3 a 4 vezes e pode dar. rs.. vai ser ótimo vc vai ver… é difícil tirar sem colocar nada… boa sorte ai

      • Ana disse:

        Sueli minha filha so dorme mamando ela jah tem2 anos e 6 meses ela so mama pr dormir vou comprar esse ruibardo mas e dai como faco ela dormir???

  48. rayla disse:

    rayssa:eu tambem tomei o dostinex, faz dois dias mais minha filha chora de + da uma pena ela tenhe 1 ano e 2meses, nao come nda a nao ser o peito. mais to magra d+ nao tenho apitete e nesse exato momento ela esta aqui querendo mama. rsrsrs… sei nao viu dar um trabalho aja paciÊncia ainda nao secou mais ta muito duro, cheio, e doi muito nao consigo nem levantar os braços boa sorte a todas!!

    • Sueli disse:

      primeiro esquece as criticas…. é muito fácil falar mas passar um balde de roupa, lavar um tanque de roupa e ajudar a gente ninguém quer..eu fiquei muito, muito magra mesmo, agora que estou melhorando… e posso te garantir estou cuidando muito bem do meu filhote, no começo ele também não queria comer não, mas é assim mesmo, tenta todos os leites,leite com toddy, leite com nesquik, leite com maisena, leite com o que vir na sua ideia… o meu ama leite com nesquik, mas depois de experimentar tudo, e amanha ou depois já começa a melhorar, vc vai ver…boa sorte,

  49. Carol disse:

    Vou contar rapidamente um pouco da minha experiencia. Meu filho completou ontem 1 ano e 8 meses, ainda o amamento em livre demanda. Trabalho, entao de dia ele mama menos. Durante a note ele acorda pelo menos 3 vezes, e eu o amamento por conforto, pois ele Volta a dormir mamando. Sofro muito pois o pediatra, meu marido e minha psicologa Sao contra a amamentaçao prolongada. Inclusive comecei a ir na psicologa por isso, e mesmo assim nao obtive apoio. Meu filho é muito risonho e saudavel. Realmente em momentos de doenca, gripes, dores de garganta, o peito me tranquilizou pois ele nunca deixou de mamar. Ando procurando informacoes pois quero desmamar ate os 2 anos e estou bem nervosa. Adoro amamentar. Sorte, bjos a todas.

    • Patricia disse:

      Parabéns Carol por ter conseguido desmamar tranquilamente! Vc disse que não encontrou o ruibarbo, nem eu estou encontrando, e usou erva-doce…pó, a erva ou o chá? Como vc fez? E como foi a reação do seu pequeno? Bem, se puderes me passar mais detalhes por email eu agradeço muitoooo. Bjs e fiquem com Deus, patriciaschaefer@hotmail.com

  50. Sueli disse:

    SE VC ADORA AMAMENTAR… então amamenta uai… deixa ele mamar ate quando quiser, e ate quando vc quiser também…. simples, simples,….se te amamentar te da toda essa satisfação, pra que psicologo? meu medico mandou eu tirar, MAS, porque não aguentava mais amamentar,, meu filho tinha 1 ano e 10 meses, e ficar o dia e a noite mamando,;;; fiquei, magra, muito magra…. e foi muito bom ter desmamado ele… agora se te faz bem, pra que tirar…. mesmo eu achando absurdo criança grande mamando no peito… só to te falando pra continuar na minha opinião.. porque te faz bem…

    • Carol disse:

      Sueli, nao é fácil ser criticada pelo
      Marido. Talvez tenhas a sorte de ter um marido que te apoiou nas tuas decisões, por isso nao entendes o pq da psicóloga. Acredito tb que Cada um tem a sua verdade,
      Nao podemos usar nossa experiência como verdade absoluta. Tu tens comentado todos os posts aconselhando mães de acordo com a tua experiência , que é apenas mais uma. Nao necessariamente tu sejas detentora da verdade. Uma coisa é certa: melhor amamentar mais tempo que desmamar antes. Feio mesmo é ter um bebê de 2 meses e dizer que o leite secou.

      • Sueli disse:

        puxa que chato….. mas não entendo no que isso atrapalha seu marido, enfim…. conversa com ele, diz que isso te faz bem, que não quer desmamar, é uma decisão sua só sua… sei lá é o que eu acho, eu sempre tive muito, muito leite, mas eu fiquei mal em amamentar muito tempo, mas isso foi eu, uma coisa minha… ahhhh e quanto ao feio mesmo é com 2 meses desmamar porque o leite secou, é boa, kkkkkkkkkkkkkkkkkk, bom acho que ninguém pode criticar a decisão de ninguém, apoio quem quer desmamar, mas também apoio quem gosta de amamentar e quer continuar. mesmo achando que quem gosta é um em um milhaõ, rsrsrsrs ou a unica traumatizada aqui sou eu… eu não gostei dessa experiencia… mas falo por mim… conversa com seu marido, ele tem que entender isso, boa sorte, ah e se vc optar por desmamar pode ter certeza, que vai continua sendo essa mãezona que deve ser, seu filho não vai te amar nem mais nem menos por isso, ele vai continuar crescendo forte e saudável, e mesmo sem amamenta-lo o que vc não vai deixar faltar é amor, muito amor… boa sorte pra vc, que Deus esteja com sua famila…,ahh e desculpa por eu não ter entendido o que se passava com vc, é que aqui tem tanta mulher ignorante que acham que é mais mãe só porque amamenta, que eu não tinha entendido..

  51. Daniela disse:

    Sueli,
    Acho que você é traumatizada sim com amamentação, e que não é apenas 1 mulher em 1 milhão que gostou de amamentar. Sempre ouço coisas do tipo “que saudades do tempo que amamentava” ou “como é gostoso”, mesmo de mulheres com quem não tenho intimidade. A experiência é pessoal, e acho que você deveria refletir sobre o por que de tanto incômodo, se foi somente a amamentação ou outras coisas relacionadas a maternidade.
    E não recomente remédios pela internet, cabe ao MÉDICO indicar qual a melhor medicação e dosagem para cada paciente. Você pode informar que existe remédio para o leite secar (sim, existem vários), mas somente o médico saberá qual deles é o mais indicado para cada pessoa, avaliando o histórico do paciente, os efeitos colaterais, os riscos, enfim, fará o trabalho dele. Você não sabe se esta pessoa que está perguntando tem alguma doença, toma medicamentos ou tem algum impedimento para usar o remédio.

    • Sueli disse:

      Daniela….. eu escrevi isso pra Carol, e outra coisa, o comentário que eu fiz acima, sobre remédio, o que eu usei pra desmamar meu filho foi um remédio natural, chamado ruibardo, é sem contra indicação… segundo, outro remédio que citei, é um remédio que usa pra secar o leite quando a criança já não mama mais,… e outra coisa, é muito fácil dizer pra não tomar remédio sem indicação medica, nunca deve ter ficado numa fila do sus, pra pedir um remédio… fica até meses, muita, muita gente usa o google pra pesquisar algum tipo de remédio que precisa naquele momento, eu só quis ajudar… e espero ajudar uma pessoa em desespero que acabou de desmamar e se encontra com uma terrível dor nos seios… esse remédio é ótimo…não tenho trauma nenhum, só escrevi que não gostei de amamentar como todo mundo gosta… e dizer que a Carol era um em um milhão que gostou foi apenas uma brincadeira, uma coisa mais descontraída que escrevi por eu ter sido um pouco estupida no comentário acima.. afinal não temos muito o que falar, ela já passa em um psicologo… enfim eu to errada passar receita aqui, e vc também de falar pra ela parar de passar no psicologo…se le tá tomando essa linha, ele deve saber do que to falando…

      • Daniela disse:

        Sueli,
        Eu falei dos remédios não por achar que você está com má intenção ou por ser uma idiota oi coisa parecida, muito pelo contrário, mas por que é perigoso para a saúde tomar a maioria dos medicamentos sem orientação médica, pelo motivos que eu citei. Não tem como saber qual a situação de saúde da pessoa que está lendo, se tem algum problema como hipertensão, pressão baixa, diabetes, disfunção na tireoide, hormonal, renal, no fígado, enfim, qualquer impedimento para tomar este remédio específico. Sim, muitas pessoas consultam o Dr. Google, mas isso não significa que seja o correto nem que estas pessoas estejam com dificuldades para ter atendimento médico. Entendo que você suponha que essas pessoas não tenham acesso fácil a um médico assim como supos que eu nunca esperei consulta pelo SUS, mas a realidade é que não tem como saber. E mesmo que a pessoa vá tomar o mesmo remédio, a dosagem pode ser diferente… E eu não estava falando do ruibarbo, que nem remédio é, na verdade ele é um alimento muito consumido em outros países. Acho que ele dever ser vendido em farmácias por que tem propriedades medicinais como o alho, o cravo, o gengibre, a erva-doce… E como não vai ser ingerido, acho que não tem problema. Mas não esquece que chá de cogumelo e coca também são naturais..😉 Vou te dar um exemplo quanto a particularidade no uso de remédios: eu trato hipotireoidismo há 10 anos com o remédio x. Minha mãe foi diagnosticada há uns 3 anos com hipotireoidismo e a médica que ela foi receitou o remédio y. Certa vez ela resolveu tomar o mesmo remédio que eu (por ser mais barato) e começou a sentir os sintomas do hipotireoidismo novamente. Voltou a tomar y e tudo ficou bem. Por que o remédio x funciona comigo e não com ela que tem o mesmo problema eu não sei, mas é assim que acontece… Pode ser a idade, pode ser por que ela toma remédio para pressão, pode ser por que estava na menopausa, eu não sei.
        Quanto a psicóloga, eu acredito que profissionais da saúde não são detentores da verdade absoluta, nem médicos, nem psicólogos, nem enfermeiros, e que nós podemos buscar uma segunda opinião. Eu não quis dizer (se é isso que você entendeu) que ela não deva procurar ajuda, mas que ela pode buscar outro profissional, que é o que muitas pessoas fazem para os mais diversos problemas (por que sim, há profissionais que apoiam a amamentação de crianças acima de 1 ano, assim como tem os que não apoiam). E dentro da psicologia há diferentes correntes de pensamento e os profissionais também tem diferentes experiências, tanto profissionais como pessoais, como em qualquer outra área.

  52. Daniela disse:

    Carol, [

    fiz um comentário com links, mas precisa de aprovação, então postei este sem os links]

    Acho que você deveria parar de ir a esta psicóloga ou procurar uma que siga outra linha, quem sabe ajuda. Já citei antes que acredito que amamentar deva ser uma decisão exclusiva da mulher, mas sem apoio familiar e, principalmente, do companheiro, as coisas ficam mais difíceis.
    Acredito que caiba uma conversa franca com teu marido sobre o que incomoda, se é a amamentação em si ou se ele tem vergonha por outras pessoas saberem, ou se já ouviu algum comentário, ou se acha que está recebendo menos atenção do que deveria, ou se acha que você está muito cansada ou se está atrapalhando a vida sexual de vocês, ou se ele também acorda a noite, enfim, tentar entendê-lo e atenuar a situação, rever a rotina, as prioridades… E de qualquer forma, acredito que o desmame deva ser gradual e respeitoso, e se você resolver que está na hora de iniciar o processo, há diversas maneiras, Inclusive saiu na Claudia de Julho uma matéria sobre criação com apego, que dizia muitas bobagens, mas o pediatra especializado em aleitamento materno da sociedade brasileira de pediatria falou que não há indícios que amamentar por longos períodos seja prejudicial, mas que interromper a amamentação de forma brusca e com artifícios pode prejudicar a relação de confiança entre bebê e mãe.
    Sei que por você passar o dia fora, amamentar deve ser a forma que seu filho encontrou de manter contato com você, mas há um plano do Dr. Gordon que já ouvi falar muito bem, que é específico para crianças MAIORES DE 1 ANO. Talvez ajude, se não para agora, para quando você decidir que é o momento de iniciar o desmame. Procura no google “desmame noturno gordon” que aparecerá o plano no site solucoes. multipy. com.

    Tem um relato de desmame que eu acho muito bacana, pois fala justamente de atender as necessidades da mãe e do bebê, da
    Flavia Penido chamado “o desmame ideal”, no site maternidade consciente.

    Se você tiver facebook (orkut também, mas eu não uso), há grupos de amamentação e maternidade consciente, você pode encontrar apoio e argumentos por lá também. Mas saiba que desmame é um campo bem complicado, tanto para quem é defensor da amamentação prolongada quanto para quem é contra. Como tudo que se relaciona a filhos, não tem receita ou fórmula mágica.

    Beijos

    • carol disse:

      Oi Daniela, li todos os teus posts. Obrigada pela atenção, te agradeço muito. Estas palavras, só quem passa pelo que estou passando sabe como são valiosas. Tenho lido sobre o desmame gentil, ainda não tomei nenhuma decisão. Mas espero parar até os 2 anos. Tem sido ótimo amamentar, realmente não me arrependo, tenho certeza que os benefícios são infinitamente maiores que os malefícios (se é que existe malefício…). Mas por essa questão cultural, e tb pelo casamento e em nome da minha independência, pretendo desmamá-lo em poucos meses. Sueli, tb te agradeço tuas palavras, sei que foram bem intencionadas, mas realmente teus comentários mostram uma rejeição à amamentação que não faz sentido algum, afinal dizes que amamentaste até 1 ano e 10 meses do teu filho… bem incoerente. Graças a deus meu trabalho é apenas no turno da tarde, aproveito um pouco das manhãs com ele e tb a noite. Mas a culpa, as mulheres sabem, sempre está rondando…beijos a todas

      • Katharina disse:

        Sueli, vc foi corajosa. Agradeço, e saiba que ajudou muito.
        Todos os comentários aqui ajudaram! A gente lê tudo e vai ponderando… temperando a nossa vida de acordo com o nosso gosto. Adaptando as receitas com o que está ao alcance das nossas mãos. Bom é poder conversar e trocar experiências. Obrigada. Beijos!

  53. Nilma Rinaldi disse:

    Ola!! Eu adoro amamentar… minha Sophia tem 1 ano e 1 mês, é satisfatória vê-la mamar, porém ela não quer comer outras coisas, come sopinhas e papinhas mas é bem pouco e as vezes se recusa a comer. será que irá atrapalhar no desenvolvimento dela? Fico preocupada com isso.

    • Marcia Rocco disse:

      Nilma ,meu filho tem 2 anos e 8 meses e ainda mama,trabalho o dia todo , e quando chego em casa ele olha p/ mim e diz:
      – Mamãe ,peitho!!!!!!!!
      Todo stresse vai embora na hora!
      Em relação a alimentação ficava muito preocupada,pois o meu filho nao comia praticamente nada e a pediatra dizia que era por causa do peito.
      Um certo dia fui a uma consulta no endocrinologista,e comentei que meu filho estava com quase 1 ano e meio e não se alimentava direito.
      O doutor falou para não me preocupar,porem sempre oferecer os alimentos a ele,e que no momento certo ele iria começar a comer.
      Hoje com 2 anos e 8 meses, o moleque come de tudo e muito
      bem obrigada…se tranquilize que não atrapalhara o desenvolvimento da sua filha,pois o meu filhinho é uma fofura e olha ele nunca teve qualquer tipo de alergia,gripe no minimo 2 dias e pronto,ele é super saudavel…

  54. Sueli disse:

    olha o Matheus mamou ate um ano e 10 meses… isso é normal, até hoje tem dia que ele não quer comer, deve ser uma fase da criança… mas conta isso para pediatra dela…. boa sorte;;; o seu leite deve sustentar bastante e ela fica com a barriguinha cheia, ai é assim mesmo… bom foi o que a pediatra me disse… boa sorte;;;

  55. Geane disse:

    Olá pessoal Tenho um bebe de 1 ano e 9 meses ele amamenta no peito !!! o Miguel não aceita outro tipo de leite só o da mamãe fico insegura se é o suficiente ??? ele não come bem !!! socorro Geane Bjsss……

    • Sueli disse:

      eu amamentei ate um ano e 10 meses, peito, peito e só peito… ele não aceitava outro leite, quando eu optei por desmamar ele ficou um pouco sem aceitar o leite de caixinha, mas depois que a fome apertou, hummmm hoje se der pedra ele come, rs brincadeira,,, boa sorte,

  56. fernanda prado disse:

    gente tenho 35 anos, eumfilho que amo demais com 4anos e 5meses que mama ate hoje!! ja nao sei o q fazer me falam muitas coisas,mas nao tenho coregem de tirar e fico esperando a vontade dele , mas ele adora e nao quer parar .o que fasso !!!

    • Sueli disse:

      eles adoram mesmo, se vc deixar ele mama até os 10… e se for esperar a vontade dele, logo ele vai pra escola e chega correndo pra mamar um tiquinho… bom, se vc gosta continue dando, deixa ele parar quando ele quiser, agora se tá incomodando e vc acha que tá na HORA de tirar tira sim, como ele já tem quase 5 anos, nem precisa mais passar nada no peito, ou esconder, vc simplesmente explica que ela tá um pouco grandinho pra mamar no peito, que acabou o leite, e que vc não vai dar mais…. minha amiga tirou o filho dela com 5 anos e 3 meses, absurdo na minha opinião… mas quando ela disse pro medico, ai tenho medo dele ficar doente se eu desmamar… o medico olhou pra ela e disse, tenho 30 anos de profissão e te garanto, nunca nenhuma criança morreu por ter desmamado…ele tirava o peito dela, mamava de pé… um mocinho já;;;; mas se for fazer bem pra vc tira sim… vai ver como vai valer a pena…. vai ser tão fácil que vc vai pensar… nossa era pra eu ter desmamado antes…boa sorte pra vc. ahh dizem que criança cria um vinculo com a mãe quando mama no peito, LOROTA;;; meu esposo mamou até 6 anos e 6 meses, ele tem foto pendurado na tetinha da mãe dele, ele fica puto da vida quando ela mostra essa foto pra alguém, e ainda diz, coisa ridícula minha mãe ter me deixado mamar por tanto tempo, ele sempre fica bravo com ela e diz que quando a criança mama tanto, é por culpa exclusivamente da mãe…. bjs e boa sorte;;; ou seja a gente mãe é boba;;; um dia vai ouvir isso ainda;;; culpa sua eu cavalo grande mamando no peito, kkkkk bjs

  57. rose disse:

    ola! tenho um filho de 2 anos e 7 meses,que so mama,e o que eu ja ouvi de critica por isso nao e brincadeira,mas nao ligo tenho apoio da familia e principalmente do marido,eu me sinto realizada por amamentar,so que ele nao come n-a-d-a.a nao ser ovo frito feito farofa e refrigerante,me faço de durona,mas acabo cedendo,mesmo sabendo que nao faz bem.ele se chama kaio,tem a pele linda e,detalhe: e todo gordinho,pesa 17quilos,nao sei como ele tem esse peso ja que nao come.mas estou seriamente pensando em tirar ele do peito,pois o pediatra dele me orientou que ele so vai aceitar outro alimento se ele nao mamar mais.estou de coraçao partido,me ajudem ja ofereci todo tipo de alimento,mas rejeitou todos.bjus!

  58. marina disse:

    que saber eu acho uma besteirol esse troço de criação com apego nunca ouviu sua mãe sua vo ou etc falando que os filhos nunca dão valor ao nosso sacrificio, eu ficar horas com uma crinaça pendurada no peito ou slig dormi com criança na cama e acorda mijada e não poder ter minha intimidade com meu marido, quer saber passo horas na academia sim eu quero ser bonita tb filho tem que obedecer a mãe a minha filha nunca deu um piti no supermercado ela tem juizo de fazer isso e pelo que eu soube os frutos da crianção com apego são os reis da birra pronto falei se incomodou se incomode mesmo eu uso todas as parafernalhas pra bebe ao meu favor chupeta mamadeira andador dvd e etc essa coisa DE CRIACAO COM APEGOe coisa de india e se elas tivessem tudo que nos temos nao craria os filhos desse jeito. temos que progredir e nao regredir

    • Sueli disse:

      muito bem, concordo com você;;;

    • rivania disse:

      Respeito a sua opinião,mas oelo jeito que voce falou aí sua mãe nao lhe deu muito carinho quando criança, e me parace que você não é apegada a ela…por isso é tao revoltada com a vida…nao é por que um vizinho seu não dar valir a mãe que tanto fez por ele que todos da rua vão ser assim…a mulher mesmo amamentando pode ser bonita e ainda manter a intimidade boa con o marido, uma coisa não leva a outra…uma mae que ama demais um filho atrapalha ele a progredir na vida? Kkkk noosssa você deve ser frustrada

  59. ADRIANA disse:

    Oi meu filho está com 1 ano e 5 meses e a 11 dias que não dou o peito a ele, ele procura asvezes, chora, e ontem eu não consegui me segurar, pois ele chorava muito eu tive muita dó e acabei dando o peito a ele . Eu gostaria de saber, se não tem perigo, retornar apos ele ter ficado todos esses dias sem o peito . Obrigada !

  60. Flavio Renata disse:

    Nossa, lendo todos esses comentarios me sinto mais aliviada, porém perdida, tenho gemeas elas tem 1 ano e cinco meses e mamam até agora, e pior acordam a noite toda , não tomam leite de outra maneira senão no peito, gosto de amamentar, mais estou muito cansada preciso parar se aguem tem dicas me passem….obrigada.

  61. Sueli disse:

    oi Katharina, agradeço pelo comentário… o Matheus está com 2 anos e 7 meses, eu não ia postar mais nada aqui, pelo fato dessa confusão que existe,(só ama quem amamenta) é o que muitas pensam…. no meu caso( no meu) tirar o meu filho do peito, foi muito bom pra todos nós, ele tá muito forte, eu engordei 10 kl, to com aspecto saudável agora, meu casamento melhorou muito, pois hoje ele dorme no quartinho dele, e antes burrice minha ele dormia no meio da minha cama, pois ele mamava a noite toda…. muito bem quem ama amamentar, EU,(eu) particularmente não gostei mesmo. hoje ele dorme a noite toda, mama 1 mamadeira pra dormir e outra as 7 da manha, depois dorme até 9:30, enfim amo meu filho mais que tudo… e não precisou amamenta-lo pra criar essa aproximação que temos…. boa sorte pra todo mundo que ama amamentar e para as que como eu, não foi assim uma experiencia tão magnifica;;;

  62. Patricia disse:

    Oi Sueli, gostei muito dos seus comentarios, é isso ai, acho que vc fez muitooo pelo seu filho, e chega uma hora que a gente tem que pensar em nós mesmos, cuidar da nossa saúde. Meu filho tem 2 anos e 2 meses e eu quero desmama-lo. Esperei ate agora, queria muito que fosse um desmame natural, mas ele adora a tetinha e vejo que mesmo com pouco leite, ele ainda se agarra. Ha 4 meses consegui tirar a mamada do meio da noite, pois ele ainda acordava querendo mamar, as vezes de 3 em 3 horas, eu não aguentava mais. Mas acho que so conversando com ele não vai dar, tenho falado que ele esta grandinho, que não precisa mais mamar, mas ele chora e chora e não sossega enqto eu não der de mamar. Queria saber sugestoes, dicas de como vcs fizeram para desmamar. grande abraço 4 obrigada.

  63. sueli disse:

    oi Patricia… então eu não consegui o desmame natural… tentei varias formas, até o dia que eu fui no meu medico e ele disse para agora, eu disse mais como doutor, ele riu pra mim e disse não estou mandando vc usar um pó chamado ruibarbo, kkkk entendi na hora o recado, cada vez que ele pedia eu dava, nunca neguei, mas quando ele colocava a boca era amargo…. ele pegou umas 4 ou 5 vezes e não quis mais. foi um santo remedinho…. sou fã desse pozinho, é um produto natural, não faz mal algum… vc amamentou bastante querida, pode tirar sem culpa alguma, vai fazer bem pra todos vcs;;; agora mesmo ele tá com um pratinho de comida aqui na mesa, come de tudo… boa sorte pra vcs;;

    • Ana disse:

      Mas ele chorou? Ou foi tranquilo e ele dormia sem peito?

      • Sueli disse:

        oi Ana, então Ana, foi super tranquilo… meu filho nunca, jamais dormia sem o peito….. era 24 horas;;;; eu nunca neguei o peito pra ele, apenas passei um pó chamado ruibarbo, e ele colocava a boca e não quis mais,… ele fez 3 tentativas se não me engano, lembro que uma noite ele acordou chorando que queria tete… e eu coloquei na boca dele, imediatamente ele soltou, ai no mesmo momento coloquei mamadeira na boquinha dele, ufa mamou tudo, uma mamadeira cheia… boa sorte, e faça o melhor pra vcs;;; bjão Su

  64. Lucy disse:

    Gostaria de agradecer pelo artigo altamente esclarecedor sobre amamentação. Eu tinha dúvidas sobre continuar amamentando meu filho de 18 meses, mas agora sinto-me aliviada. Meu filho vai deixar de mamar quando estiver pronto; amamentar é uma das funções da maternindade e não uma opção, como muitas mães querem crer, armadas com todo tipo de argumento egoísta para justificar seu desinteresse.
    O ser humano consegue substituir tudo: o peito pela mamadeira e pela chupeta, o leite materno por “fórmulas” criadas em laboratório, o olhar amoroso pela creche “cara e especializada”. Adultos, o bicho homem aprende a resolver sua carência afetiva consumindo em exagero e desenvolve patologias variadas, como as compulsões pelo trabalho, pelos alimentos, pelos bens materiais. Se nem mesmo a mãe tem tempo e/ ou vontade de nutrir, amar e ensinar seu próprio filho, não me admira que no mundo haja tanta gente egoísta, infeliz e insegura…

  65. Damaris disse:

    oi Lucy, no ponto que vc diz que a mãe substitui tudo, existe casos e casos, eu por exemplo estava pele e osso, tenho exames que mostram minha falta de cálcio, anemia,e varias coisas a mais…eu seria egoísta sim se eu trocasse o olhar amoroso pela creche, porque graças a Deus, eu não preciso trabalhar fora, mas tem mães que deixam filhos na creche por extrema necessidade financeira, e muitas que dão formula, não vejo problema algum nisso, não é porque ela dá formula que não ama seu filho, e quanto ao comentário que vc diz, que não tem tempo, vontade de nutrir, amar e ensinar seu próprio filho, acho infeliz de sua parte, porque não amamento mais meu filho, mas me preocupo com alimentação dele, com a educação dele, com valores que ensinamos pra ele;;; do jeito que vc postou da a entender que o mundo tá como esta por causa de não amamentar,….pode ate dizer que não foi isso que disse, mas é o que da a entender… não critico ninguém que amamenta, nem quem não amamenta, acho que cada mulher sabe do seu corpo, cada mãe sabe do que é melhor para seu filho, se vc acha que é bom amamentar, muito bem, vc esta correta, também acho isso, só discordo de dizer que é egoísta, minha cunhada por exemplo, teve que desmamar seu filho, dar formula e ainda colocar na creche, mas sabe o apartamento que ela mora, a quartinho do bebe, a caminha quente que ele dorme, a roupinha que ele veste? foi graças ao egoismo dela, pois se não fosse por esse egoismo, ela tinha perdido tudo, pois ela depende de trabalhar… admiro de verdade que amamenta até a criança não querer mais, mais também admiro, pessoas que deixam seus filhos na creche, pega, trem, metro, ônibus, pra dar tudo que aquele ser tão pequeno precisa… não radicalize, muitas das vezes não sabemos o que passa na vida, de quem amamenta e de quem não amamenta…e quanto a tanta gente, egoísta, infeliz e insegura que vc diz, é devido a muitas coisas, menos, porque a mãe deixa na creche, menos porque a mãe desmamou… pensa um pouquinho, não seria, porque criam longe dos caminhos certos, do caminho de Deus, não seria porque os pais,não sabem dizer não aos filhos, não seria porque, as vezes mesmo ensinando tudo que é bom, uns tem má índole, não seria porque pais falam palavrões, brigam, na frente dos filhos….penso o seguinte, aqui é sim um lugar pra trocarmos experiencia, mas acho que fica complicado quando julgamos…. não me leva a mal, talvez vc não soube colocar seu ponto de vista, se foi tudo mal entendido, desculpa do fundo do coração se esses meu comentário te magoar, mas se foi isso mesmo que entendi, repensa um pouco…

  66. Alessandra disse:

    Damaris, eu trabalho 8 horas por dia (fico 9 horas ao todo, contando com a hora do almoço), meu filho tem 9 meses e fica no bercário, e nem por isso deixou de mamar no peito. Ele mama de manhã antes de eu sair, mama no final da tarde depois que busco ele, mama a noite antes de dormir e de madrugada (quando acorda, as vezes dorme direto). Tiro meu leite 1x por dia, congelo e mando pra escolinha pra ele tomar a tarde misturado com Mucilon. Ele adora!
    Infelizmente preciso trabalhar e nao posso ficar o dia todo com meu filho, pois preciso do dinheiro para dar uma vida boa a ele, sofri mto na volta ao trabalho mas agora está tudo bem, ele está super adaptado na escolinha, faz o maior sucesso lá, todos o adoram, come super bem as papinhas e frutas. O fato de eu ter voltado ao trabalho não atrapalhou em NADA a amamentação, graças a Deus.
    Mas, realmente, para as mães que nao querem mais amamentar a volta ao trabalho pode ser uma BOA desculpa para o desmame forçado.
    Para as mães que nao encontram apoio dos pediatras na amamentação, sugiro que pesquisem outro na sua cidade que valorize a amamentação, foi o que eu fiz, troquei de pediatra porque o primeiro que eu levava queria q eu introduzisse alimentos para o meu filho com 4 meses e eu nao queria isso. Depois q troquei de pediatra me sinto apoiada e fortalecida para amamentar meu filho até quando ele quiser.
    Um bjo a todas.

  67. Sueli disse:

    Parabéns Alessandra;;;; mas acho que do mesmo jeito que vc acha certo amamentar, tem pessoas que acreditam que nãos seja mais necessário. mesmo que ache uma desculpa a pessoa usar a palavra estou voltando a trabalhar e preciso desmamar, talvez a pessoa use essa desculpa pelo fato, de que É MAL VISTA por não amamentar… mas cada um sabe da sua vida, Parabéns quem amamenta, mas não sou ninguém pra julgar quem nunca quis amamentar, afinal cada pessoa é diferente da outra… tem pessoas aqui que vai trabalhar de ônibus, metro e algumas no conforto do seu carro, tem mulheres que saem do trabalho e vão pra casa e outras pra faculdade, algumas deixam com baba, outras na berçário(PARTICULAR) outras na creche da prefeitura, umas que tiram o leite materno na bombinha manual que leva um tempão e arregaça o bico do seio, e outras que tem uma situação melhor e tirar na elétrica, então não podemos achar que todo mundo tem que agir como agimos, e simplesmente achar que todas tem obrigação de amamentar… cada uma sabe onde o calo aperta, e cada uma sabe de si… mas Parabéns por amamentar, trabalhar, e ainda deixar leite na escolinha…não trabalho fora, mas admiro quem consegue conciliar tudo, marido, casa, filhos, etc… eu sou meio mole, rs… passo apuros pra cuidar, do meu filho, cuidar da casa, correr pra banco, pagar contas, cuidar de mim, almoço, janta, roupas, afff rs imagino pessoas que conseguem fazer tudo isso e ainda trabalhar e mais amamentar;;;;; bjs

  68. Alessandra disse:

    Se uma mãe decide que não é mais necessário amamentar seu filho, tudo bem, ela que arque com as consequências disso depois. Pois se é mãe presume-se que já é bem grandinha pra decidir o que é melhor pro seu filho. Mas como bem disse a Lucy, alguns comentários acima, o que muitas mulheres não entendem é que “amamentar é uma das funções da maternidade e não uma opção, como muitas mães querem crer, armadas com todo tipo de argumento egoísta para justificar seu desinteresse”. Sempre há uma boa desculpa: inventar que o leite secou, inventar que o seu leite não sustenta, inventar que o bebê não quer mais o peito… mas quem elas tentam enganar, elas mesmas?
    Fico muito triste lendo seus comentários, Sueli… Simplesmente não consigo entender qual é o seu interesse em ficar aqui discutindo nos comentários de um texto tão lindo e esclarecedor como este… se vc nao concorda com o q o texto diz, tudo bem, é sua opinião, mas precisa ficar aqui discordando de tudo e de todos? será que nao existe um grupo na internet sobre “mães que odiaram a experiência de amamentar”? acho que lá vc poderia trocar mais ideias com pessoas que tem a mesma opinião que vc…
    A partir do momento que uma mulher decide ser mãe, ela tem que estar ciente de que a partir de agora sua vida nunca mais será a mesma de antes, esquecer de seu egoísmo, pois agora existirá uma pessoinha que depende exclusivamente dela pra viver.
    Nunca usei bombinha pra tirar leite, sempre fiz manualmente. No primeiro mês doava para o banco de leite, pois tinha leite em excesso. Depois normalizou a produção e não doei mais. Quando meu filho começou a ir pro berçário voltei a tirar leite para mandar p/ ele tomar lá, mas sempre foi manualmente e nunca machucou meu bico.

  69. Luaninha disse:

    concordo com que a Sueli disse;;;; cada uma amamenta ate quando achar necessário… quer amamentar ate 3, 4,5,anos boa sorte, mas não critica quem quer desmamar, até porque em momento algum nos comentários dela eu a vi dizendo pras pessoas desmamar, ela apenas apoia quem quer desmamar, consegui tirar meu filho graças aos comentários dela, e pra mim a unica coisa que esses texto serviu, foi os comentários dela. obrigada Sueli… meu casamento esta melhor, minha vida esta melhor, e eu estou muito mais paciente pois durmo a noite…. amamentei ate os 3 anos, e não procurei nenhuma desculpa para o desmame,

  70. Mariana disse:

    aiaiaiaia Alessandra tá achando ruim os comentários dela, sai da Matrice,….cada um comenta sobre o que quer, e se nós não gostamos de amamentar respeite da mesma forma que respeitamos seus comentário, ainda bem que não sou essa Sueli eu te manda nem queira saber pra onde…

  71. Sueli disse:

    cada um desmama quando quiser e quando achar necessário, vc não sabe de nada da minha vida, não sabe de como trato meu filho, do quanto ele é amado… vc não tem ideia do quanto cuido dele, então não vou mais comentar nada de nada que vc postar,e só uma coisa não preciso provar pra vc que não sou egoísta, pois todos que me conhecem sabem da minha personalidade, dos defeitos que eu tenho, egoismo não esta em mim… eu discordo de pessoas que criticam desmame sim, discordo de achar que quem desmama é menos mãe;;;; só uma coisa, tá achando ruim meus comentários? não leia… Sueli

  72. Carol disse:

    Ninguém é mais mãe por amamentar prolongadamente seu filho. Porém existe uma tendência egoísta dos casais de quererem ter filhos sem mudar suas rotinas. E é claro que uma criança muda a rotina de um casal, de uma mulher que normalmente precisa trabalhar pra conseguir ter uma vida com conforto, e tb pra ter satisfação profissional. A amamentação é natural, e com certeza é o melhor para o bebê. Isso é indiscutível. É recomendada que seja feita de forma EXCLUSIVA até os 6 meses e que permaneça até os 2 anos ou Mais. E ponto final. O resto é balela. Ninguém amamenta até os 2 ou 3 anos de vida do bebê se não for a favor disso. Portanto eu desconfio da existência real da Sueli e das amigas. Isso é coisa de alguém que tem interesse em desfazer quem amamenta de forma prolongada.

  73. Sueli disse:

    se existe outras pessoas não sei… eu existo sou real…mas to saindo da matrice… eu amamentei bastante, sim e quando não quis mais amamentar eu não amamentei, e quanto a minha rotina, mudou, sabíamos que iria mudar estávamos preparado para essa mudança, meu filho hoje tem 2 anos e 8 meses, pesa 18 kl nunca teve anemia, é enorme, semana passada ele foi a Pediatra, está perfeitamente perfeito, desde que ele nasceu saímos 1 vez sem ele, que foi em um niver de casamento, depois disse nunca mais,…………… optamos por sairmos em passeios que ele seja incluído, eu não tenho interesse algum de desfazer quem amamenta de forma prolongada,…. pois sou da opinião que cada uma amamenta ate quando quiser…. ex: eu não saio sem meu filho, mas se alguma mãe quiser sair somente ela é marido na opinião de vcs não podem também…gente penso da seguinte forma, quando um filho chega, se não tomarmos cuidado, o casamento acaba pela mudança… exemplo colocar o filho pra dormir na mesma cama, no mesmo quarto, eu fiz isso durante 1 ano e 10 meses, podem dizer que não, mas afasta muito o casal… e penso da seguinte forma, é muito, muito, bom vc criar um filho em um lar que esteja o pai e a mãe…. não só de aparência claro, mas acho que uma criança precisa dos 2 para a criação… apesar de ter suas exceções… eu Sueli desmamei e meu filho tá bem cuidado, forte e saudável… obs não comento mais nada na matrice a partir de hoje, não precisam mais me criticar… boa sorte as Mamães que amamentam e as que optaram pelo desmame seja natural ou forçado… como diz a pediatra do meu filho…. nunca vi nenhum bebe morrer por causa de desmame… desculpa por alguma coisa e se deixei alguém irritado..

  74. Patricia disse:

    concordo com a Sueli e a Mariana, estamos aqui para trocar idéias, compartilhar experiencias, e não julgar umas as outras! E alem do mais, julgar sem conhecer a vida da pessoa..??!! Olha, minha mãe não conseguiu amamentar nenhuma das filhas, nem por isso eu ou minha irmã temos algum problema físico ou mental, muito pelo contrario. Graças a Deus, eu amamento o meu filho que ja esta com 2 anos e 3 meses, SIM, optei por amamentar até agora porque gosto, porque deixei meu emprego e estou em cada me dedicando exclusivamente a ele. Mas entendo as mães que tiveram de desmamar para ir trabalhar, ou por qualquer razão que seja. Que é bom para um bebê, se amamentado a longo prazo, não se discuti mas que nenhum bebê morre por causa do desmame, disso todos sabem! Como ja ouvi muitos profissionais falarem: “mais vale uma mãe dando amor, carinho e uma mamadeira olhando nos olhos do filho, do que uma mãe que amamenta assistindo televisão”…sim, eu jã ouvi isso de um profissional da área da saúde, e concordo plenamente. Acho que uma mãe quando tem um filho, e qdo entra em um blog como esse aqui, é pq se preocupa, se interessa em obter informações para dar o melhor à criança…e mesmo que escrevam opniões que outras pessoas aqui discorde, isso é válido para reflexão…refleta e tire o melhor proveito para a SUA vida!

  75. Sueli disse:

    Patricia…. eu disse que não ira comentar mais nada… mas só uma coisa, seu comentário foi o comentário mais sensato… Parabéns por continuar amamentando, em momento algum eu disse que não é o melhor leite, eu disse que com 1 ano e 10 meses eu optei por tirar, porque já não queria mais mesmo, como vc disse sim, eu ja estava começando a amamentar assistindo novelas, e não tinha mais paciência… eu amamentei 1 ano e 10 meses, meu filho é saudável, forte, gordinho,e mesmo não alimentando mais do leite materno, sempre, sempre procurei uma alimentação saudável para ele,eu estou aqui, pra dar meu depoimento para quem quer desmamar, só isso, quero dizer como consegui… mas em momento algum eu digo desmama… eu digo sim, desmama, para pessoas que se encaixam no que vc disse que mais vale uma mãe dando mamadeira do que uma mãe amamentando assistindo… sim eu me encaixava nesse quadro, mas até 1 ano e 6 meses eu amava amamentar, depois comecei a me cansar, já tinha ficado muito magra, estava cansada mesmo só Deus sabe o quanto, fiquei 4 meses amamentado meu filho, por me sentir na obrigação já não mais por amor… me senti mal por isso, mas só to sendo sincera…se vc gosta de amamentar, sim continua… É INDISCUTÍVEL que é absolutamente melhor… mas nenhuma criança morre pelo desmame, ou porque tomou a mamadeira, SIM é possível crescer forte e saudável mesmo com mamadeira… obrigada Patricia mas vc entendeu o meu ponto de vista… deixando bem claro, não sou a favor do desmame, sou a favor da decisão de cada mãe, desde que seja bom pra ambas partes… boa sorte… bjs e continua sim amamentando seu filho….

  76. Rafhaela;;; disse:

    liberdade de expressão… eu amamento amo, amamentar… e vou continuar amamentando minha filha…mas respeito que não gosta, e quem não quer mais amamentar, minha irmã tirou o filho dela faz 2 semanas, vida dela, filho dela… e ponto final;;;; esse blog não é só pra quem ama amamentar, e acho que vc cometeu um equivoco quando chama mães egoísta… não podemos julgar sem antes conhecer…. abraços

  77. Mariana disse:

    Carol…. não somos reais, somos fantasmas…. kkkkkkkk cada uma viu, não sou contra o desmame, sou a favor de cada um faz o que quer, desculpa mas existe quer meu facebook??

  78. Mariana disse:

    QUIZ DIZER DESCULPA MAS EXISTO…

  79. Lucineia disse:

    to com as que estão descascando essas vagabundas;;; se não queriam amamentar porque tiveram filhos? essa Sueli deve ser a pior mãe do blog…. meu filho te 4 anos e ainda mama, sou mais mãe sim, e quanto a Patricia,,,, tá em cima do muro né, quer desmamar e não tem coragem, vai se fuder junto com Sueli e amigas dela..

  80. Sueli disse:

    e eu tenho pena do seu filho de ser criado por uma pessoa tão baixa como vc, de usar palavras assim como vc descreveu pessoas que vc não conhece, tenho pena do seu filho, da mãe dele achar que só pelo fato dela amamentar ela é a mãe perfeita,e quanto ao comentário da Patricia, vc não deve ter lido direito, ela não esta apoiando ninguém, ela só esta dizendo que estamos aqui pra trocarmos ideias não pra julgarmos pessoas que não não conhecemos;;;;;

  81. Patricia disse:

    nossa, Sueli, nem perca seu tempo tentando responder a um comentario baixo, sem escrupulos, de uma pessoa como a Lucineia….só porque amamenta o filho por tanto tempo, acha-se “MAIS MÃE”….e escreve para pessoas que nem conhece, chamando “vagabundas”, usando palavras sem nexo. Crianças aprendem pelos modelos e ações das pessoas que tem por perto, o que nos faz salientar o valor do bom exemplo….agora imagina, o exemplo que essa pobre criança tem em casa para sua vida, para formação do seu carater!

  82. Sueli disse:

    então né;;; nem vou dizer mais nada, só que o espelho do filho é os pais, seu filho pode ter a melhor escola, a melhor educação se não começar em casa, esquece, vai ser um fracasso quesito educação;;; mas enfim eu sei da vida que levo, das coisas boas que frequento, e Deus o principal sabe de tudo…não vou aqui bater boca com pessoas sem escrúpulos….

  83. Sueli disse:

    oi Marlete;;;; então, eu usei um pó chamado Ruibardo, é um pó que vc coloca no seio é amargo, não faz mal, não…. é um produto natural.
    vc coloca e cada vez que a criança quer mamar vc dá, vai pedir no máximo umas 4 vezes e não vai querer mais….é ótimo…meu filho tá maior fortinho come de tudo, e antes era só peito, peito… dorme a noite inteira… ahhh sempre que ele quiser mamar vc da mas sempre passe o pó antes, boa sorte,,, e faça o que vc achar melhor. bjs

    • Carol disse:

      Meninas, enfim desmamei meu filho. Com 2 anos e 2 meses. Concordo plenamente que ninguém é mais mãe por amamentar, mas sou totalmente a favor da amamentação por pelo menos 1 ano. O desmame foi tranquilo, graças a deus. Sueli, confesso que procurei o tal ruibarbo. Não achei. Usei erva mate e deu certo ! Meninas, acho importantíssima a presença das mães no período do desmame pra dar segurança pro bebê! Beijos e mta sorte e saúde pra todas ! Precisamos. Beijo

      • Sueli disse:

        com certeza Carol… parabéns por ter conseguido, bjs

      • Patricia disse:

        Oi Carol, ja deixei outra mensagem para vc, logo assim, que bom que o processo do desmame foi tranquilo. Eu tbém não encontrei o ruibarbo, queria saber como vc fez com a erva-doce, usou pó, a erva ou chá? Vc me passa mais detalhes de como fez e como foi a reação do seu filhote. Muito obrigada. Abraço no coração. patriciaschaefer@hotmail.com

  84. Oi Sueli meu nome é Renata não consegui te achar no face mas quero pedir ajuda pra vc não sei o que fazer porque minha filha tem 2 anos e ela mama só em um peito no direito e estou com do de tirar ela agora mais as pessoas ficam me criticando bastante sabe por ela esta mamando ainda e ela mama quase toda hr e a noite toda quase eu gosto sabe me sinto bem mais ultimamente estão falando que é perigoso que ja não faz bem mais pra ela que não pode e estou muito nervosa porque estou morando sozinha com 2 filhos e meu marido trabalha fora quase 400 quilometros e estou muito nervosa o que eu faço Sueli me ajuda me adiciona no face Renata Benedita RIbeiro não entendo muito de tecnologia ainda mais no face consigo conversar bjs obrigado …..

  85. sueli disse:

    oi Renata já te add no facebook… bom vc vai saber que não sou fake,,, kkkkk tem gente aqui que acha que não existo…
    vamos lá…. primeiro, nunca tire do peito por opinião dos outros… sou a favor sim desmamar, desde que seja sua vontade… mas acho que no fundo vc sabe que é melhor pra vc e para ela. acredito eu que perigoso nunca é…. mas se vc acha melhor desmamar, faz isso… eu fiz não me arrependo nenhum pouco… lá no face vc vai ver as fotos do meu filho, lindo, perfeito e com muita saúde graças a Deus… espero de alguma forma te ajudar, quero te ajudar independente de vc querer amamentar ou não… bjs e boa sorte…. ahh no face está meu nome e o nome do meu marido.. rs deve ser por isso que não me achou.

    • OI Sueli td bem obrigado por me responder …. muito obrigado mesmo por me ajudar … meu nome no face esta Renata Benedita Ribeiro obrigado por tudo Sueli me add lá estou tentando te achar tb bjs que Deus abençoe vc e sua familia pois me atendeu em um momento em que me vi desesperada muito obrigada mesmo bjão tenha uma òtima semana bjão me add lá estou te esperando bjs…..

      • Sueli disse:

        oi Renata…. eu achei que tivesse te add… rs mas bem na hora fiquei sem net, e não vi que não foi… bjs agora add

  86. Luciana Ribeiro disse:

    oi Sueli meu nome é Luciana, eu add vc no face pelo seu email… vc ainda não me aceitou, eu vi umas fotos suas…. seu filho é perfeito, vc é muito linda… eu achei que vc era fake mesmo, risos…
    eu também preciso de ajuda,… me aceita lá por favor. biejinhus….

  87. […]   Update: pra quem quer se aprofundar ainda mais, no blog da matrice lógico, tem um texto ainda mais completo e esclarecedor: https://matrice.wordpress.com/amamentar-mais-de-um-ano/ […]

  88. Keudma Richelle T. Costa disse:

    Olá, que bom conhecer pessoas que pensam e agem como a gente…Meu filho tem 4 anos e 3 meses e mama…Meu marido me apoia muito…Porém, por causa das críticas, decidimos esconder esse fato…Todos pensam que ele é desmamado…hehehehe, por mim, amamento até os 7 anos, igual a esquimó, rrrsss.

  89. […] Para informações sobre amamentação, visitem o site da Matrice. […]

  90. […] Para informações, visitem o site da Matrice. […]

  91. […] Para informações, visitem o site da Matrice. […]

  92. […] Para informações, visitem o site da Matrice. […]

  93. Clara disse:

    Obrigada pelo texto! Estou feliz agora, pois estou com meu filho de 1a e 9m que adora mamar e estou reduzindo as mamadas, mas tudo de forma gradual, sem pressa. As críticas, os pequenos comentários que fazem me deixam chateada, pois sei que não há nada de mal em amamentá-lo, mas parece que temos uma necessidade de aprovação social! Enfim, fico mais fortalecida e convicta com essa leitura! Vejo que não estou sozinha mesmo!

  94. LORENI disse:

    É isso ai devemos amamentar ate quando desejamos, pois é uma relação entre mãe e filho o que os outros pensam ou dizem não se deve dar importância. Eu tenho um menino ele esta com 1 ano e cinco meses vou amamentar ate quando ele quiser, já me disseram que tenho que tirar e ouvi ate de medico ,mas não vou, pois se não fizesse bem Deus não teria nos abençoado .Incentivam tanto que as mães precisam amamentar seus filhos e depois ficam pressionando para que tem que deixar de amamentar. Então mães vamos alimentar nossos filhos com esse alimento precioso que Deus nos abençoou

  95. […] Quer ler o texto completo? Clique aqui (Matrice) […]

  96. Helena Biondi Prates disse:

    O meu filho está com 2 anos e 8 meses e adora mamar. É o nosso momento de fecidade… recebo muitas críticas e teve um pediatra que me disse que amamentar nessa idade só servia ” pra acabar com o meu peito…” fiquei muito magoada, mas não desisti. O meu filho mama muito e nunca adoece. A cada dia ele está mais lindo e saudável e eu muito feliz. Não trocaria esses momentos por nada!

  97. sussi disse:

    tenho um filho de 1 ano e ele so mama em um peito por que o outro secou por causa do anticoncepcional injetavel e ele como de tudo e bem fortinho,devo desmamar ou nao?

  98. ainda amamento minha filha de 2 anos e meio,tem horas q da vontade de tirar,mais fico com do e continuo a dar……

  99. soraya disse:

    Amigas tenho depressão, inclusive antes de engravidar da minha filha, que mamou até os 3 anos eu ja estava em tratamento.Pois bem engravidei, parei o tratamento, deveria ter retomado logo em seguida mas não, continuei amamentando até na gravidez consecutiva que tive, quando minha filha estava com 7 meses, depois que o Samuel nasceu continuei amamentando os dois, sim os dois, sempre as criticas, deixei faculdade, trabalho nem pensar! enfim, agora me sinto cansada, preciso retomar minha vida, acho que me dediquei e amamentei não por pressão, obrigação ou coisa parecida, fiz por amor, nas horas exremas de cansaço, não vou dizer que não fiz algumas mamadeiras, fiz sim, mas eles recusaram, eu não os obriguei, continuei, hj samuel ja esta com um ano e 11 meses e não tenho mais condições de amamentar, apesar de querer muito, estou exausta, duas crianças, gente não é facil, queria muito prosseguir, fico dividida, lendo esses posts positivos sobre o prolongamento da amamentação, isso não me encoraja a continuar e sim me sinto deprimida por não conseguir mais, deculpe o desabafo, mas uma coisa é certa não juguem as mamaes que estão pensando em desmamar, não é fácil assim, não deixarao de amar seus filhos ou cuida-los com amor pq decidiram sozinhas parar…nehum bebe de ate tres anos se perguntado, se quer parar vai responder que sim, então recai na mãe aquele peso da decisão que ela tomar…gente digo que não é fácil…vou procurar este pózinho ai, se ele desmamar tudo bem, se não devo continuar ceramente.

    • PAULA MARTINS disse:

      OI SORAYA,É COMO VC DISSE;CADA UMA CONHECE O SEU LIMITE,E ACHO QUE O SEU ESTA NO FIM.AMAMENTAR 02 NÃO É FÁCIL.DESMAME SEM CULPA.BOA SORTE.BJS.

  100. Sueli disse:

    oi Soraya,caramba,vc amamentou 2??? um já não foi facil pra mim, como disse no post eu amamentei 1 ano e 10 meses, foi por amor, mas não aguentava mais…. uma coisa eu te garanto as pessoas te criticam se vc amamenta e critica se vc desmama… então só vc conhece seu corpo, seu emocional etc….já me chamaram de egoísta por desmamar meu filho, mas eu sei a mãe que sou, e o mais importante MEU FILHO TAMBÉM SABE… o resto das pessoas, são apenas resto….. se precisar to aqui bjkssss Su

  101. Claudia disse:

    Nossa, vendo os depoimentos sobre o dostinex, estou apavorada aqui, pq minha ginecologista não alertou sobre as mamadas, disse inclusive que se meu filho continuasse a mamar e não secasse, que repetisse a dose em 1 mes depois. Disse que podia só diminuir as mamadas. Meu filho mamou, o leite não secou e isso já fazem uns 4 meses. Não repeti a dose do remédio, porém estou desmamando pra valer e a ginecologista mandou tomar o remédio de novo. Meu filho tem 2 anos e 3 meses. Será que afetou a saúde dele?

  102. Cristina disse:

    Oi meu nome e Cris tenho um filho de 4 anos, se chama Caio José ele mama ate hoje, mas so na hora de dormir, mas nao e toda noite quando bate a saudade ele fala peitinho, peitinho eu quro mamae, vc mim da da so um pouquinho viu. Amamentar e um momento so de vcs dois e unico e praseroso e e verdadeiro eu amo amamentar tive muito leide, obrigada senhor.

  103. PAULA MARTINS disse:

    OLÁ PESSOAL,MEU NOME É PAULA E TENHO 03 FILHOS,O DE 11 MAMOU ATÉ 06 MESES E DEPOIS NÃO QUIS MAIS,O DE 09 MAMOU ATÉ 02 ANOS E O1 MES,EU DESMAMEI,AGORA TENHO UMA MENINA DE 02 ANOS E AINDA MAMA,TODO MUNDO ME DIZ PRA TIRAR ,CRITICAM,MAS ESTOU COM UMA DÓ,É UMA RELAÇÃO TÃO GOSTOSA ENTRE EU E ELA.E DEOIA UQE LI ESTA MATÉRIA TOMEI A DECISÃO DE DEIXAR ELA MAMAR ATÉ QUANDO QUISER.GOSTEI MUIO DA MATÉRIA.BEIJOS A TODAS A MAMÃES.

  104. PAULA MARTINS disse:

    OLÁ PESSOAL,MEU NOME É PAULA E TENHO 03 FILHOS,O DE 11 MAMOU ATÉ 06 MESES E DEPOIS NÃO QUIS MAIS,O DE 09 MAMOU ATÉ 02 ANOS E O1 MES,EU DESMAMEI,AGORA TENHO UMA MENINA DE 02 ANOS E AINDA MAMA,TODO MUNDO ME DIZ PRA TIRAR ,CRITICAM,MAS ESTOU COM UMA DÓ,É UMA RELAÇÃO TÃO GOSTOSA ENTRE EU E ELA.E DEPOIS QUE LI ESTA MATÉRIA TOMEI A DECISÃO DE DEIXAR ELA MAMAR ATÉ QUANDO QUISER.GOSTEI MUITO DA MATÉRIA.BEIJOS A TODAS A MAMÃES.AH…SOBRE DESMAMAR OU NÃO,CABE A CADA MÃE DECIDIR SEM INFLUÊNCIA DE TERCEIROS.CADA MÃE SABE DO SEU LIMITE.BJKS.

  105. Silvana Mendes disse:

    Oi minha filha tem 3 anos e ainda mama ela mama apenas na hora de dormir e as vezes na madruga as mamadas foram diminuidas naturalmente e penso que vai ser assim o desmame e nao me preocupo quando ? já estou sentindo falta quando ela mamava totalmente fico feliz que nao estou sózinha nessa.

  106. ana disse:

    ai que coisa boa ler esse texto, fiquei tao agradecida!
    quando meu filho fez um aninho fui a uma consulta com um pediatra chamado “david” em curitiba que me sugeriu desmamar a bebe pois o meu leite nao acrescentava mais nada a ela, iria criar dependencia psicologica alem de atrapalhar a alimentacao. nao parei, nao mais fui nesse pediatra, hoje ele ainda mama (um ano e meio), estamos os dois saudaveis e felizes, ele come super bem, segui minha intuicao de mae. parabéns pelo blog!

  107. Elisabete disse:

    Sou Elisabete.
    Tenho 41 anos ,4 filhos 23,15,10 e o mais novo com 3anos, amamento ele há três anos ele nunca tomou antibioticos super esperto .Só tenho uma duvida sera que eu nao teria que dar algum compremento de calcio para ele.Ele pesa 12kilos meus filhos sempre foram magros ele come de tudo um pouco só esta com pouquinho de começo de carie nos dentinhos será falta de calcio?
    Não gosto de nem comentar com o medico pois sei que ele vai me dizer tire-o do peito!Faço sempre a higiene bucal nele .
    Alguem pode comentar alguma coisa. Obrigada.

  108. Adorei ler esta pesquisa,tenho um Bebê de 1 ano e 7 meses,eu adoro amamentá-lo,é o momento mais carinhoso q uma mãe tem com seu filho no meu ponto de vista,e fiquei mais tranquila ainda vendo q muitas mamães pensam como eu,também sou alvo de muitas críticas por amamentar,mas não estou nem aí,o importante para mim é saber q meu filho tem uma saúde de ferro, é bebê super saudadevel,nunca ficou doente,e me orgulho disso cada dia mais,queria q toda mamãe pensasse assim,pois não ligo de ter peito caído,de acordar de madrugada várias vezes para dar de mama,cada vez q ele pede mama para mim,é uma alegria de saber q ele conta comigo nas hr q ele mais precisa,e eu sou orgulhosa disso,a estética no meu corpo agora pouco importa,tenho muito tempo ainda para pensar nisso, e essa fase do meu filho é só agora,nunca mais vai voltar por isso mimo ele,isso é o amor de mãe.

  109. Paula Cunha disse:

    Fiquei super contente, por saber que existem mães que amamentam por mais de um ano. O meu filhote completou 2 aninhos e continuo a amamentá-lo. No entanto são várias as pessoas que me criticam, dizendo que ele já é muito grande, que isso se tornou um vicio, que vai ser difícil fazer o desmame. Toda a gente tem mil e uma ideia de como devo fazer para lhe tirar a mama. No inicio, sentia-me mal porque eu própria comecei a achar que não era normal, mas afinal, são várias as mães que amamentam os seus filhos por mais tempo. Fico contente por saber que não sou a única e que quando estivermos preparados, tudo vai correr bem. O único inconveniente é quando me pede para mamar num sitio público🙂 .

  110. MARCIA disse:

    TENHO A BARBARA DE 2 ANOS E 11 MESES E MAMA QUANDO CHEGO DO TRABALHO E PARA DORMIR, PENSO Q ELA NAO VAI DEIXAR NUNCA, M SENTIA DOMINADA E AS VEZER ARDEM MEUS MAMILOS, MAIS JA Q NAO TEM PROBLEMA VOU CONTINUAR, BJSSS FIQEI FELIZ.

  111. Rajmonda disse:

    Eu não sei como agradecer A GRANDE DR IREDIA para trazer
    felicidade de volta para a minha família. Meu nome é Rajmonda da Alemanha. Eu realmente
    quer dizer ao mundo inteiro que há um lançador de magias chamado grande
    IREDIA que é tão real e genuíno. Eu nunca acreditei em qualquer um destes
    coisas , mas quando eu perder a minha esposa por 4 anos , eu precisava de ajuda até que eu
    encontrado DR IREDIA , Um grande lançador de magias , e lançou um amor
    feitiço para mim, e ele me garantiu que eu vou pegar minha esposa de volta em apenas
    48 horas , mas eu estava em dúvida , e depois de o feitiço foi lançado , 48 horas
    mais tarde , assim como o lançador de magias disse , meu telefone tocou, e , surpreendentemente,
    Foi a minha esposa que não me ligou ou receber meu chamado para os últimos 4 anos , e ela fez uma
    pedido de desculpas para a dor que ela me causou e ela me disse que ela é
    pronto para voltar para casa para mim. DR IREDIA realmente fez saber como
    quanto eu amava e precisava dela. E ele também abriu os olhos para imaginar como
    muito amor que temos para compartilhar juntos. Com este testemunho agora eu sou
    o homem mais feliz do mundo e nosso amor é mais forte do que como era
    mesmo antes do nosso divórcio e é por isso que eu vou continuar compartilhando este
    testemunho em todo o mundo . Todos agradecimento vai para DR IREDIA THE GREAT para o bem
    trabalho que ele tem feito por mim . Aqui é o seu endereço de e-mail , se você é
    tendo o mesmo ou semelhante problema, entre em contato com ele agora porque ele é muito
    poderoso e ele sempre vai te ajudar. Acredite -lo e fazer tudo o que ele pede para você
    de fazer e nunca duvidar dele de qualquer forma. Contacte-lo agora
    drirediaherbalhome@gmail.Com

  112. Suzanna disse:

    Há pouco mais de um ano, a pedido do meu marido, deixei de amamentar minha filha. Ela mamou no peito por somente seis meses.
    Ainda tenho bastante leite porque, desde então, ainda amamento meu marido. Ele começou a mamar nos meus peitos ainda durante a gravidez, e não parou desde então. Quando ele me pediu para desmamar nossa filha foi porque ele não queria mais dividir meus peitos com ela. Ele queria exclusividade nas mamadas, e eu consenti!
    Agora, lendo este blog, acho que desmamei minha filhinha cedo demais. Então, pergunto: se ela aceitar novamente meus peitos, posso voltar a amamentar minha filha, mesmo levando em conta que ela só mama na mamadeira já há mais de um ano? Ou agora não adianta mais amamentá-la no peito?
    Deixo claro que ainda devo continuar tendo bastante leite em meus peitos, pois meu marido não dá sinais de que quer parar de mamar neles, e eles continuam produzindo muito leite.
    Agradeço desde já qualquer resposta séria.

    • elianasatos@bol.com disse:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ta de zuera né, pqp, quando penso que ja vi de tudo aparece essas coisas.

    • Ju disse:

      flor, sem problemas vacas como vc acostumam amamentar bastante mesmo, pode amamentar, seu marido, seus vizinhos, seus cunhados, e ate a putaa que te pariu.

  113. Suzanna disse:

    Estou realmente surpresa com esta última resposta. O blog me pareceu sério, mas aí vem uma pessoa como você, Ju, cheia de preconceitos e usando termos chulos na resposta, só para tentar me destratar e me humilhar. Não conseguiu, viu?

    Olha, sinceramente, pela tua falta de respeito e educação, eu nem deveria replicar para você. Mas pessoas como você me dão dó, então, quero te deixar um conselho: leia mais, estude mais, e eduque-se! Quem sabe, assim, você abre esta tua cabeça fechada, esta tua mente poluída, e melhora como gente. Tenho muita pena de pessoas recalcadas como você, que só enxergam sujeira em tudo e, por isso mesmo, tornam-se tão nojentas assim!

    Cresça, Ju. Cresça!

  114. Patricia disse:

    Oi Suzanna, eu acho que se vc realmente quer voltar a amamenta-la, deveria tentar, e ver se ela aceita recomeçar…com certeza, se vc ainda tem bastante leite, mal nenhum iria fazer para a filhota, muito pelo contrario, o leite materno é um dos alimentos mais completos que existe. Eu amamentei até os 3 anos e meu filho raramente ficava doente e continua sendo muito saudavel. Boa sorte! Abraços

    • Suzanna disse:

      Oi, Patricia, obrigada pela resposta tão amável. Acho que vou tentar oferecer meus bicos de novo pra ela então. Quem sabe ela aceita, né? Tomara que sim! Também vou conversar com meu marido. Espero que, ao ficar mais informado a respeito da importância da mamada para a criança, ele não vai se opor em dividir meus peitos com nossa filha de novo. Afinal, com a quantidade de leite que continuo a produzir, sei que posso perfeitamente amamentar os dois. Boa sorte pra você também! Abraços

  115. Sueli disse:

    Suzanna, acredito que mal não faz, mas não tem necessidade eu acho, rs mas é serio mesmo, vc amamenta seu marido? ta de brincadeira né? não me leve a mal, é que fiquei curiosa, boa sorte nas mamadas, rsrsrsrsrs.

    • Suzanna disse:

      Oi, Sueli. Não é brincadeira, não. É sério. Desde que meu marido mamou em mim pela primeira vez, quando ainda estava grávida, eu gostei muito! Ele não quis mais parar de mamar nos meus peitos desde então, e nem eu quis deixar de amamentá-lo também. Pra ser bastante sincera, acho bem gostoso dar de mamar para ele, porque me dá tesão, sabia? E vejo que ele também sente o mesmo quando mama em mim! Estou falando sério. Um casal precisa fazer coisas na intimidade que deem tesão para os dois! E também acho que amamentar o parceiro é uma das maneiras que a mulher tem de retribuir os fluidos que ela recebe dele quando namoram. (Acho que não precisaria ser mais clara do que isto aqui, mas, em outras palavras, eu recebo um fluido que ele produz – seu esperma -, e ele recebe um fluido que eu produzo – meu leite.) Acho uma troca justa e que aproxima bastante o casal, criando um vínculo mais forte ainda, pois envolve algo realmente orgânico entre os dois. Tanto é que, muitos casais, com o passar dos anos, ficam até com alguns traços fisionômicos parecidos. O que é isto senão troca de material orgânico (genético) entre eles? Tenho certeza de que este é um hábito bastante mais comum entre casais do que muita gente imagina! Pense nisso. Desejo tudo de bom pra você, e obrigada pela atenção!

      • Sueli disse:

        entendi, desculpa a curiosidade é que realmente pra mim é algo muito diferente, tenho 28 anos e nunca vi isso antes… e pensando bem o leite materno é mais gostoso que esperma, kkkkkkkkkkk brincadeiras a parte, beijks fica com Deus. Su

  116. Johnd509 disse:

    Im not that much of a online reader to be honest but your blogs really nice, keep it up! I’ll go ahead and bookmark your site to come back later. Cheers fgekdfafdkbf

  117. Suzanna disse:

    Su, que bom que você me entendeu. Agradeço muito tua atenção e gentileza na resposta! E brincar é bom mesmo, e até necessário, porque quem leva a vida excessivamente a sério (tipo aquela pessoa que banca a sisuda, e que não sabe brincar e nem aceitar brincadeira), acaba é morrendo mais cedo! rs… Ah, e quanto ao gosto, acho que isso é muito pessoal, né? Eu, por exemplo, não tenho nada contra o sabor do esperma. Muito pelo contrário, acho que é até gostosinho demais! Por isso, além de amamentar, eu também dou minhas mamadinhas de vez em sempre!!! rsrsrs… Um beijo, e fica com Deus você também!

  118. Leida Queiroz. disse:

    sou muito feliz em amamentar, adoro chegar em casa e saber que o meu bebe de 3 aninhos ta me esperando, ele ta deixando, tem horas que se envergonha…realmente o texto por especialistas traduz todos os processos que ele esta passando no momento, então é só esperar o dia chegar e ele dizer.. mamãe não quer mais\!!!

  119. Suzanna disse:

    Quero agradecer ao blog pelo seu serviço e, especialmente, à Sueli e à Patrícia, que pelas suas respostas à minha dúvida, me incentivaram a voltar a dar de mamar para minha filhota, que eu havia desmamado precocemente.
    Minha pequena, com um pouco de insistência da minha parte, e aos poucos, finalmente voltou a mamar em meu peito!
    Agora, meu marido e eu estamos aliviados, pois sabemos que ela voltou a receber a alimentação mais importante para ela.
    Muito obrigada!!!

  120. Patricia disse:

    Que legal Suzanna! Felicidades para vcs. Abraços

  121. Que satisfação ao ler que não estou sendo prejudicial para a minha bebê Melissa de 1,8 ano e oito meses e que ainda me desperta de madrugada para mamar. É lindo esse momento, esse laço que nasce entre a mamãe e o bebê, só nosso. O meu marido vive dizendo, como outras pessoas, que já passou do prazo de desmame da Mel, e fico ressentida quando me dizem isso, penso estar errando comigo mesma e com a minha filha, e que caso haja consequências eu serei a culpada. O meu primogênito Guilherme, hoje com 4 anos não teve a oportunidade da irmã, pois eu trabalhava quase o dia inteiro e mamou apenas até os 6 meses, suspendi a mamada bem cedo por ser mãe de primeira viagem e influenciada por outras amigas que já foram mães e que alegavam ser prejudicial ao bebê a amamentação após os 6 meses. Resultados; o Gui teve enorme dificuldade ao se adaptar à outros alimentos; Mussilom, Leite Ninho e custou muito para pegar peso. Já com a Mel estou fazendo o oposto e ela se alimenta super bem, ( ama de paixão Danone, leite achocolatado, mingau da Nestlé e banana amassadinha ) rsrs. Vou amamentar até a Mel dizer que basta. Confesso que sentirei saudades quando ela desmamar, amo muito esse momento!

  122. Dani disse:

    Queridas leitoras e de certa forma confidentes, pois é aqui que colocamos os nossos sentimentos mais ocultos, que só quem é mãe sabe decifrar, e neste caso falando de amamentação…Sou mãe da Olivia de 7 meses e meio e fico muito feliz, na verdade realizada em ler todas vocês realizando um sonho que acredito que é o de toda mãe que necessita em dar ao seu filho o MAIOR AMOR do mundo que é o leite materno. Adorei tudo o que li e isso me fortalece em responder seguramente à essas pessoas mal informadas quanto a amamentação, Um grande abraço a todas e com certeza agradeço a Deus e peço que me conceda ainda muito tempo podendo amamentar a Olivia e que outras mulheres corajosas também possam realizar.

  123. Tais Soares disse:

    ola bom dia eu to gravida de 5 meses e tenho um bebe de 1 ano e4 meses e eu mamento a minha bebe de um ano e quatro meses isso poode

  124. joicypego disse:

    Oi pessoal. Meu sonho era amamentar até quando meu Lorenzo quisesse. Ele esta pra completar 1 ano, e teve uma febre e logo em seguida deu estomatite. A garganta e o céu da boca estavam com aftas, desde este dia, que já são 3 dias, ele largou o peito. Assim, do nada. E olha que era apaixonado pelo peito, podia estar cheio que só de falar em peito perto dele que ele vinha tirando-os pra fora da blusa. Ele está comendo de tudo, mas se recusa a mamar, estou ordenhando e dando no copo. Quando ele vê o peito as vezes vem e coloca a boca, em outras vira de costas. Será o desmame ou será a greve de amamentação? Eu já estou em desespero, ninguém me apóia. Quando falo da minha tristeza só riem de mim.

    • Maria F disse:

      Compreendo perfeitamente essa tristeza, as pessoas são insensíveis até passarem pelo mesmo!
      Mas não te martirizes… o bebé é que sabe e tens de te preparar para o facto dele perder o interesse pela amamentação mas nunca confundas isso com a perda do laço especial que existe entre os dois!
      Não ligues e vai oferecendo a mama, se ele não quiser mais, tens sim de te parabenizar pelo facto de teres conseguido fazê-lo até quando ele quis.
      Custa eu sei mas com o tempo vais ultrapassando…
      Bjinhos e parabéns!!!
      (e manda quem se ri, à fava!!!)

      • joicypego disse:

        AAiii Maria!! Pensa que meu rebento voltou a mamar! Exatos 5 dias e meio… Foi minha maior alegria! Agora mama, mama e mama! Amo tudo isso!🙂

      • Maria F. disse:

        Yeyyyyyy que bom vês?
        Insiste, persiste e não desiste 😉
        Parabéns bjinhossss

  125. Suzanna disse:

    Olá, meninas, só passei por aqui para desejar a todas um feliz 2015, com muito leite!!!
    Serei sempre grata a este site. Graças a ele, ou seja, a vocês que postam seus comentários aqui, voltei a amamentar minha filhota. Graças também a este site, meu marido se conscientizou da importância da amamentação para a criança, e voltou a dividir meus peitos com nossa filhinha. Já há mais de 6 meses voltei a amamentar minha pequena e meu marido, sem precisar privilegiar um ou outro! E nós três estamos todos muito felizes! Eu principalmente, claro, porque voltei a amamentar meus dois maiores amores em meus peitos!!!
    Beijos!
    Suzanna

  126. Maria F disse:

    Olá,
    o meu bebé completa 1 ano no dia 31 deste mês. É o maior mamão que já vi… ao ponto de me deixar as mamas bem doridas por vezes.O maior incómodo é à noite, pois dorme comigo (é que acorda muitas vezes) e o meu marido com a mais velha de 6 anos (que só quer vir para a nossa cama), é complicado mas eu é que sei o que sinto e a nossa rotina, a nós diz respeito. Fico fartinha de ouvir comentários mas quem acorda de noite sou EU, quem sofre a dor sou EU, quem anda cheia de sono sou EU, por isso, o que os outros dizem a mim passa-me ao lado!
    Ando muito cansada mas ver aquele rostinho de felicidade quando está no meu colo e a segurança que me transmite enquanto Mãe, levam-me a querer amamentar o tempo que ELE quiser, no mínimo os 2 anos.
    Não consegui amamentar a minha filha mais velha por inseguranças e por dar valor a opiniões de gente pouco creditada, hoje estou-me nas tintas para o que dizem, eu é que sei, eu é que sinto o que é melhor para o meu filho e para mim! E olhem que me custou bastante a conseguir amamentar em exclusivo até aos 6 meses, com as opiniões de que se o bebé chora é porque tem fome, porque o leite não é bom… enfim!!!
    Ultrapassei isso tudo e fiz ouvidos moucos, por isso, amamentarei onde e quando me apetecer (com os devidos cuidados) e não admito que me digam nada, levam logo que contar!
    O marido apoia e apesar de estar um pouco cansado de dormir “fora”, sabe que em nada, a nossa relação tem sido prejudicada, muito pelo contrário, pois temos de nos concentrar e arranjar formas de nos encontrarmos a sós e isso acaba por trazer até alguma expectativa e aumentar a “chama” nas nossas fugidas…

    … e depois, tudo isto vai passar antes que nos apercebamos… logo estarão crescidos e a não mais querer tanto a nossa companhia. Cada um é que sabe, não vem mal algum ao mundo por conta da amamentação a longo prazo.
    Cada um que se meta na sua vida!!!

  127. Bárbara disse:

    Eu parei a amamentação com 9 meses…mais guiada pelas pessoas,marido, mãe..do que por mim mesmo…como gostaria de voltar no tempo e ter sido mais forte para continuar a amamentação. Hj meu bebe tem um ano e seis meses e vejo o tempo só passando, meu bebe crescendo eu poderia ter aproveitado mais quando ele mamava só em mim e tinhamos esse momento magico só nosso que ficou na saudade…

    • MariaF disse:

      Não fiques triste, estás de parabéns!!!
      No próximo filho já vais saber mais, olha o meu caso!
      aproveita todas as fases do teu filho e lembra-te que a amamentação é importante mas não é tudo, há Mães que não amamentam e não são menos importantes que as restantes…
      Bjinhos e lembra-te que já amamentaste mais tempo do que tanta tanta gente…😉

  128. Maria F. disse:

    Yeyyyyyy q bom… vês????
    É assim, persiste, insiste e não desiste!!! 😉
    Bjinhosssss e aproveita

  129. […] Amamentar mais de um ano? | o blog da matrice – Mães que amamentam seus filhos por um ano podem reduzir o risco de enfarte em 13%. O número pode chegar a 37% quando o tempo de amamentação ultrapassa os dois …… […]

  130. […] Adorei esse texto do Blog Matrice de apoio à amamentação. Tem coisas muito úteis lá. […]

  131. Janaína Vieira de Melo disse:

    …Amei o texto e os estudos discutidos aqui neste site, sou mãe de Diego (que hoje tem 10 anos) e o amamentei por 3 anos e meio e de Jade (que hoje tem 2 anos e 10 meses) e até hoje ela ainda mama “peitãozinho”..rsrsrs.
    Mesmo trabalhando por 12h/dia – por no mínimo 5 dias/semana eles adoraram e adoram este momento.
    O que me incentiva é que não dou ouvidos aos outros que me criticam (sou enfermeira num hospital grande na minha cidade no interior de MT).
    O meu filho quando eu já estava quase para ter a Jade (exatamente 1 semana antes do parto) desceu o colostro e ele viu! Aí me pediu para experimentar o leite que saiu (uma gota pequena!) por se lembrar que era tão gostoso o “peitãozinho” da mãe. Fiquei apreenssiva porque pensei que daqui uns dias eu estaria então com dois no peito ao invés de uma! Mas deixei experimentar um pouco e ele ficou desesperado e preocupadíssimo:
    …”- Mamãe, tá ruim, horrível este mamá (disse limpando a língua na toalha e quis escovar os dentes para se livrar do gosto ruim). -Coitadinha da maninha vai ter que mamar isso aí?”
    rsrsrs…é ruim né? É salgado o mama da mãe né Diego?
    “- Não mamãe, o leite da Jade veio estragado!!!!”
    Aé? E pensei graças a Deus que ele ficou só com a lembrança de como era bom e não quis mais saber!
    As vezes ele diz a ela: “- Sabe Jade, o meu mamá era melhor que o seu, acho que você vai ter que colocar um chocolatinho pra ficar gostoso…”
    Não sei até quando irá a amamentação da Jade, mas enquanto tiver leite ela vai querer tenho certeza!
    Estamos todos felizes e papai sempre ajuda fazendo os meus afazeres domésticos para que eu possa continuar a amamentando.

  132. ERICA NASCIMENTO disse:

    PIOR COISA Q UMA MULHER PODE FAZER É LEVAR A AMAMENTAÇÃO ATE UM ANO!

  133. Cristine disse:

    minha filha tem 2 anos e 6 meses e ainda mama no peito NAO aguento mais socorro algum pode me ajudar des de jah agradeco

  134. Elisama disse:

    Boa noite!
    Gostaria de saber, se após um bom tempo não amamentar mais, como o meu caso! Minha filha hoje têm 2 anos e ao expremer mru seio ainda sai leite?
    Ela mamou pouco!
    Desde já agradeço muito!!!

  135. Luzimery Vargas disse:

    Minha Isabela tem 2 anos e 9 meses e mama no peito a noite ou qndo estamos juntas em casa, entretanto tbém mama na mamadeira e se alimenta normalmente com alimentos variados. Isabela frequenta escolinha e a pedagoga me falou que estou impedindo dela crescer… Gostaria de saber se isso tem lógica? Agradeço se puderem me responder por whats 41 97830209!!! Obgda

  136. Seisa disse:

    Olá! Adorei essa reportagem sobre Amamentação. Tenho um bebê de 1 ano e 2 meses. Mamou exclusivamente ao peito até aos 6 meses. Não pretendo tirar a mama dele agora. Mas A família. colegas de trabalho e etc. Ficam aconselhando o Desmame.Mas nem me importo. Ele gosta muito de mamar e Eu também gosto de Amamentar. É um vínculo muito forte e puro é muito amor envolvido.

  137. angélica regina disse:

    Bom eu amamento direto a exatos 6 anos. Quando meu filho mais velho estava com 2 anos, engravidei continuei amamentando durante toda a gestação. Minha filha nasceu amamentei os dois, com 4 anos o meu mais velho parou de mamar, mas a casula amamento até hoje e já está com 3 anos e meu mais velho com 6 anos.

  138. Jaqueline borges disse:

    nossa onde posso curti muito essa matéria, por que nossa o que mais irrita são as criticas e a comparação com outras pessoas afff eu amamento minha filha ate quando ela quiser…

  139. Sheliana disse:

    Estava pensando no desmame, mas ainda insegura…com essa matéria passei a ter outra visão. Agora como faço pra aumentar o leite já que estava parando e dando apenas uma mamada por dia, assim mesmo porque ela pedia? Minha filha tem 14 meses.

    • Suzanna disse:

      Uma maneira que acho quase sempre funciona é pedir para o teu marido (ou qualquer outra pessoa adulta com quem você tenha intimidade suficiente) que mame em teus seios também. O fato de um adulto mamar neles por algum tempo (mas tem de mamar todo dia, até mais de uma vez ao dia, por pelo menos um mês) vai forçar naturalmente os peitos a produzirem mais leite, pois a sucção da boca de um adulto é muito mais eficiente num caso desses, pois pode ter muito mais força. É uma maneira de aumentar o leite dos peitos sem remédios.
      Tente, e depois nos conte aqui. Sou capaz de apostar com você que vai dar certo!
      Um beijo, e boa sorte!

  140. Muito legal esse post! Tenho uma filha de 11 meses e ainda amamento. É engraçado como a relação mãe e filho é única. Cada mãe e bebê sabe sim qual o momento do desmame. O meu e dela não chegou ainda. No entanto, sofro muita pressão das pessoas para desmamar, inclusive no meu trabalho. Não me importo. Sei o que é melhor para ela e estou segura da minha escolha.

  141. Michele Vicente disse:

    A minha BB tem 1 ano e 8 meses tenho o apoio da familia do meu marido as críticas vem das pessoas de fora mais eu nem ligo.Vou amamentar até quando ela quiser o meu leite faz muito bem para ela

  142. Parabéns pela LINDA reportagem! Tenho uma pergunta: gostaria de saber se existe algum problema em se seguir um programa de emagrecimento durante a lactação. Pergunto isso porque me identifiquei muito com um programa elaborado especificamente para mães, mas queria a opinião de vcs. O programa é este aqui: http://culturadigital.br/mamaesaradafunciona/

  143. […] de 30% das necessidades de energia e quase 10% das necessidades de ferro. Esses dados eu tirei do Blog da Matrice, mas são da Organização Mundial de Saúde (OMS). Além de nutritivo, já está comprovado que […]

  144. Suzanna disse:

    Meninas,

    Para as mais céticas ou preconceituosas, que acham que ficar amamentando um homem por anos não é possível, ou é algo bizarro, anexo o link para uma notícia recente, que saiu no Yahoo! É, ainda bem que, neste novo século, as coisas estão mudando pra melhor!!!

    Eu, da minha parte, gosto muito de amamentar, e continuo com bastante leite nos meus peitos, mesmo tendo minha última gravidez sido já há vários anos. Pra mim, amamentar meus dois homens continua sendo sempre uma delícia, com a qual eu nem penso em parar!!! (Meus peitos continuam firmes e bonitos! rsrsrs)

    O link com a notícia sobre amamentação adulta segue abaixo:
    https://br.noticias.yahoo.com/americana-larga-o-emprego-para-amamentar-o-183857725.html

    Espero que isso sirva de incentivo para as mulheres que sentem vontade de fazer o mesmo, mas que não tiveram, até hoje, por simples medo do preconceito social a que poderão vir a sofrer, coragem para fazê-lo. Afinal, nós, mulheres, somos senhoras dos nossos próprios corpos, e, assim, podemos dispô-lo da maneira que melhor entendermos, e a quem quisermos!

    Beijos,
    Suzanna

  145. Caren disse:

    Minha filha tem 4 anos e 8 meses e mama no peito. Vários pediatras me deram broncas falando que estou prejudicando o desenvolvimento dela e a coordenação da escola onde ela estudava também me condenava e constrangia. As pessoas acham uma aberração ver uma criança de quase 5 anos no peito mas para mim é para ela até agora tem sido um momento de troca e carinho. Me ausentarei por 15 dias no mês de dezembro e por isto venho conversando sobre a necessidade de deixarmos as mamadas e tem sido difícil para nós duas. Tenho como apoio o pediatra dela oficial que também foi pediatra da minha outra filha que mamou até os 4 anos, minha mãe e meu marido mas mesmo assim está sendo doloros pensar nesta desmamada.

  146. Adorei!!! Parabéns pelo Post!!! Excelente Matéria!!!! http://www.amormae.com.br

  147. rivania disse:

    A minha bebe vai fazer 11 meses e está próximo de completar um ano de idade, e nos primeiros seis meses mamoi exclusivamente, e aos poucos foi aceitando outros alimentos, e até hoje ela ela ainda mama…estou disposta a fazer o desmame natural depois que obtive essas informações. ..traz certas vantagens: fortalece o vínculo com o bebe, voce continua magra, meu marido não tem gasto com leite, fora a alimentação ser saudável para ela, oque me deixa feliz e confiante…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: