Quadro do Programa “Mais Você” da Rede Globo (des)orienta sobre o Desmame

7 dezembro 2012

Imagem

O Programa “Mais Você” da Rede Globo de televisão há algumas semanas apresenta um quadro de competição entre mães e bebês confinados, tipo Big Brother patrocinado por uma marca de pomadas.

O simples objetivo do programa beira o ridículo. Mas o ridículo não bastava, era preciso avançar e tornar o programa irresponsável. Nesta segunda, dia 3 de dezembro, o quadro levou um educador para abordar o tema: Amamentação! Seria bacana se o profissional fosse baseado em evidências científicas e responsável. No entanto não foi o que se viu em rede nacional. O senhor educador prega desmame de crianças de um ou um ano e meio alegando que eles precisam se tornar independentes.

Em entrevista com a apresentadora Ana Maria Braga o mesmo educador considera que a recomendação da OMS para amamentar no mínimo até dois anos e de maneira exclusiva nos primeiros seis meses de vida é relativo. Ou seja, não é para todo mundo.

Ficaram de boca aberta? Nós aqui do outro lado da telinha ficamos abismadas com tamanha desorientação. Como assim? Uma recomendação da OMS baseada em evidências científicas. Orientação essa que visa não só a queda da mortalidade infantil, mas como uma melhor qualidade de vida para a criança quando adulta.

Indignadas, nós da Matrice, outras organizações e muitas mães começamos a nos articular. E hoje o Ministério Publico Federal de São Paulo soltou essa nota:

07/12/12 – PRDC recomenda à TV Globo que esclareça mães sobre período de amamentação

Quadro exibido no “Programa Mais Você” orientou o desmame a partir do momento em que a criança começa a andar; Ministério da Saúde recomenda amamentação “até dois anos ou mais”.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) em São Paulo recomendou à TV Globo que faça um esclarecimento em rede nacional para informar que o Ministério da Saúde, a Organização Mundial de Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam o aleitamento materno até “dois anos ou mais”.

A veiculação servirá para corrigir um erro de informação transmitido no último dia 3 de dezembro pelo “Programa Mais Você”, da apresentadora Ana Maria Braga. Num dos quadros do programa, chamado “Game Hipoglós Amêndoas”, o educador Marcelo Bueno orientou as mães a promover o desmame de seus filhos a partir do momento em que começarem a andar.

A recomendação, endereçada ao diretor-geral da Rede Globo, Carlos Henrique Schroder, estabelece prazo de três dias para que a  informação correta seja veiculada no programa “Mais Você” com o mesmo tempo de duração (nove minutos e 41 segundos) que durou o quadro.

O esclarecimento deve ser feito, de preferência, “com entrevista de profissional especializado em aleitamento materno ou com a retratação do educador Marcelo Bueno, que manifestou a informação prejudicial à saúde das crianças”.

O documento determina, também, que as mães participantes do reality show sejam informadas sobre o equívoco e que tal esclarecimento seja veiculado no programa de Ana Maria Braga.

Segundo a recomendação, assinada pelo procurador regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, e pelas procuradoras da República Ana Previtalli e Luciana Costa Pinto, a publicação oficial do Ministério da Saúde “Dez passos para uma alimentação saudável – guia alimentar para crianças menores de dois anos” preconiza a amamentação “até dois anos ou mais”. A mesma recomendação é feita pela OMS e pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

“O programa fez recomendações contrariando todas essas diretrizes, em detrimento da saúde e bem estar das crianças participantes do programa e de todos os telespectadores que receberam a informação”, afirma o documento expedido nesta sexta-feira, 7 de dezembro.

Os procuradores lembraram que compete aos meios de comunicação, serviço público concedido pelo Estado, “esclarecer a população a respeito de assuntos de interesse público”, além de “não contribuir para a formação de uma cultura prejudicial e errônea”.

O documento reconhece a preocupação demonstrada pela TV Globo em promover “a difusão de conhecimento, a transmissão de mensagens socioeducativas e o incentivo ao debate e à mudança de comportamentos”, conforme informações extraídas de sua página na internet.

Para ler a íntegra da Recomendação, clique aqui.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo
Mais informações à imprensa: Elaine Martinhão e Gabriela Rölke
11-3269-5068
ascom@prsp.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_sp

link: http://www.prsp.mpf.gov.br/prdc/sala-de-imprensa/noticias_prdc/07-12-12-2013-prdc-recomenda-a-tv-globo-que-esclareca-maes-sobre-periodo-de-amamentacao

Iremos continuar articulando protestos para que programas como esse não se propagem e que não firam nossa legislação!