É HOJE! Lançamento oficial do Manual Prático de Aleitamento Materno!

17 março 2015

Logo mais na Casa do Brincar, a partir das 19h30, convidamos a todos para o lançamento do livro “Manual Prático de Aleitamento Materno“, do pediatra espanhol dr. Carlos González.

150317_terçamatrice_3

Prólogo à edição brasileira:
“Este título representa a concretização de um sonho: como uma das fundadoras de um grupo de apoio à amamentação em São Paulo, sempre senti falta de um texto que fosse de fácil linguagem e que desse suporte técnico confiável às mulheres, com certa frequência confinadas em suas casas nas primeiras semanas após o nascimento de seus bebês e rodeadas de estereótipos sobre como amamentar. Também por conta do grupo de apoio, já ouvi alguns profissionais de saúde reproduzindo mitos e falácias a respeito da amamentação, minando a confiança das mães em sua capacidade de nutrir seus filhos. (…) Como diz o dr. González, a maior parte das mães dá o peito para seus filhos, mas a maioria deixa de amamentar antes do que desejava, e poucas chegam ao período de dois anos que a Organização Mundial de Saúde, o UNICEF ou a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam. Este livro pretende oferecer uma informação concisa, confiável e prática sobre o aleitamento materno, que permita: 1) aos profissionais de saúde ajudar com eficiência às mulheres que amamentam, e 2) às mães amamentar com prazer e segurança. (…) Que esse manual seja uma referência indispensável para qualquer pessoa, profissional ou não, que lide com amamentação.”

Anúncios

Pre-pa-ra! O livro do dr. Carlos González finalmente chegou!

10 março 2015

150309_terçamatrice_1


Pelo direito de amamentar onde bem quiser!

9 março 2015

Não é maluco precisar de uma lei que assegure o direito de uma mãe amamentar seu bebê em paz? Parece que, em alguns lugares nos EUA, isso começa a se fazer necessário… Pra saber mais, leia aqui!
A gente aqui no Brasil segue fazendo nossos “mamaços”, ainda que ache, em última instância, que o que realmente falta é uma CULTURA DE AMAMENTAçÃO, onde as pessoas estejam acostumadas a ver um bebê mamando, afinal, seio é para isso, não?!!
E convidamos todas a refletir: precisamos mesmo de uma lei que nos assegure o direito de amamentar em público? Como conseguiremos amamentar em público sem causar tanta comoção, tanta reação negativa, tanto espanto? Vocês já pensaram nisso?