Sobre a experiência brasileira com Bancos de Leite!

14 agosto 2013

Acabamos de receber o link desse video de um parceiro/amigo, e compartilhamos com todos!
Que o mundo matrice/materno saiba da importância de cada gota de leite coletada e sorvida!


Conversa com a fono!

15 janeiro 2013

Selinho_5_cancGente, nossa conversa com a fono Claudia Gondim foi CANCELADA. Em breve, mais informações sobre a passeata de apoio às doulas na av. Paulista, no próximo domingo, dia 3/fev. Contamos com a compreensão de todos!


A cultura da mamadeira e o controle exercido sobre os consumidores

27 novembro 2012

No início do Século XX, já estavam em pleno desenvolvimento as pesquisas e a produção de alimentos que pudessem substituir o leite materno durante o período de desmame. Várias alternativas de leite de vaca, com adição de açúcar, água, cremes, etc., que permitiam uma melhor digestão, foram oferecidas.

“Os médicos passam a aderir às novas alternativas, prescrevendo-as como benéficas para a alimentação infantil. Essas práticas associam-se a um forte marketing focalizado nos pediatras, que passariam a desempenhar um papel decisivo como influenciadores de um novo movimento na sociedade: a ‘cultura da mamadeira'”.

(…) as indústrias de alimentos realizavam campanhas publicitárias em jornais médicos e paramédicos, visando – e conseguindo – influenciar os médicos que prescreviam as fórmulas para as mães.

Assim, aos poucos e incessantemente, os produtos foram se tornando confiáveis:

“No final dos anos 40, iniciando os anos 50, os produtos são apresentados como uma opção para facilitar a tarefa dos médicos que passam a prescrevê-los indiscriminadamente às mães, como a forma mais prática e viável para seus filhos”8.

Nos anos seguintes, o leite em pó passou a ser recomendado e utilizado tão logo o bebê nascia.

 

Leia o artigo inteiro, aqui. Vale a pena a leitura. Ainda que seja pra gente lamentar o estado atual das coisas…


BC – Você é ativista da amamentação?

11 agosto 2012

Dando continuidade às comemorações da SMAM 2012, a Matrice também participa da blogagem coletiva, proposta pelo blog Desabafo de Mãe.

E vou relatar uma situação especial que aconteceu HOJE, durante nosso encontro semanal pra falar de aleitamento materno na Casa do Brincar.

Nós da Matrice nos revesamos para acompanhar os encontros, temos uma escala de datas, assim esse nosso [delicioso] trabalho voluntário não “pesa” para nenhuma de nós! Hoje, por uma falha de comunicação, ocorreu um desencontro entre a gente e só quase no fim da reunião é que eu consegui chegar para falar com todo mundo. No caminho, aflita, fui pensando nas mulheres sozinhas na sala, com seus bebezinhos, esperando por uma de nós. Mas conforme eu ia chegando (e meu trajeto demora apenas 15 minutos), fui relaxando e confiando. Ora, a proposta das reuniões é exatamente essa: um grupo de mulheres dando APOIO a outras mulheres! Apenas isso!! Nós da Matrice atuamos como facilitadoras nesse momento mas, no fundo, no fundo, a gente é apenas mais uma mãe dando apoio!

Gosto de pensar assim: eu sou apenas uma engrenagem nesse maravilhoso mundo da amamentação, onde se acolhe com amor, com informação real, com simplicidade, com apoio, com calma, com fé, com perseverança, com olho-no-olho, sem interesses comerciais, sem pressa, sem tabelas ou gráficos preestabelecidos, todas as mães e seus valiosos bebês!

Houve um tempo que esse jeito de ser era parte da vivência de toda mulher. Hoje é considerado “ativismo”. Que seja, pois, ativismo, não me importa! Importa o bebê dormindo relaxado no colo de sua mãe, o relato (com um enorme sorriso nos lábios) da mulher que largou o complemento, os ombros agora relaxados onde antes eram tensos, o riso (e até mesmo as lágrimas!) que levamos na memória, e a certeza de que o mundo é um pouco melhor por conta desses encontros. Eu saio com a fé renovada na humanidade! Se cada uma de nós pode fazer a diferença na vida de um bebezinho, porque se incomodar em ser chamada de “ativista”?

EU SOU ATIVISTA DA AMAMENTAÇÃO!


reunião na casa do Brincar

19 maio 2012

reunião na casa do Brincar

Sexta feira é dia de reunião da Matrice, eu particularmente adoro as reuniões da tarde de outono, tem o sol e o  céu azul de fora e muito coração dentro da sala. Queria que todas as tardes fossem de outono.

Nestes quase  sete anos de reunião, colecionamos histórias e amizades. Compartilhamos lágrimas de felicidade, de angustia e de muitos outros sentimeno que fez de cada reunião única e especial.

Esta sexta feira foi especial com histórias que lembrarei para o resto da minha vida. Foi um misto de indignação com alívio, mas com a certeza que estamos traçando um caminho melhor para a próxima geração.

Por isso queremos hoje agradecer a cada mulher e  a todas elas que nos deram a honra de compartilhar suas histórias sem temor. Todas vocês nos ajudam diariamente. Obrigada!


Dia da Consciência Negra – e leite materno!

21 novembro 2010

Fotos tiradas no Museu AfroBrasil, no Parque do Ibirapuera/SP (e que vale muito visitar!).


encontro especial – banco de leite

10 novembro 2010