quem, como, onde

QUEM?

Mães que ajudam outras mães a amamentar. Nossas histórias de amamentação foram muito marcantes, mudando definitivamente nossa forma de atuarmos no mundo. Acolher a amamentação e tudo ligado a ela (aporte adequado de nutrientes, dependência física e emocional, peso social, familiar e no ambiente de trabalho) e transformar isso tudo em experiências pessoais positivas de crescimento é nossa força como grupo de apoio.

Nosso objetivo é tornar real o sonho de toda mãe de amamentar seu filho nem que seja por mais um dia.

Nosso sonho é que todo bebê tenha seu direito garantido de ser amamentado e assim receber um começo de vida melhor.

Não fazemos nenhum juízo de valor: aqui não existe melhor mãe ou pior mãe. Existe aquela mãe que deseja amamentar, que gosta de amamentar, que quer trocar experiências! É com ela que queremos falar!

Começamos assim:

Fabiola Cassab, mãe da Paola, nascida de cesárea, que mama até hoje.
Analy Uriarte, mãe de três que são/foram amamentados longamente. Acredita que a amamentação é uma forma muito rica de se comunicar com seus filhos. Mãe tardia, descobriu-se no mundo das mães e adora conversar sobre as mudanças que isso trouxe para sua vida.
Ana Basaglia, mãe do Roberto e da Beatrice, que mamaram por menos de um ano, e da Gabriela, que passou por um longo e suave processo de desmame natural, após mamar por mais de 3 anos.
Ana Lúcia Dias, mãe da Sofia, nascida em casa.
Ana Lopes, mãe da Clara, nascida através de uma cesárea, e que mamou muito!
Vanessa Grace, mãe da Luiza.
Sabrina, mãe da Brisa, que mama desde que nasceu.
E mais tantas outras mulheres, Natália (mãe da Helena), Selma (pediatra, homeopata, mãe de 3 filhos), mães maravilhosas de tantas outras crianças lindas, que mamam ou mamaram, por muito ou menos tempo, e que acreditam, do fundo do coração, no poder nutricional e psicológico da amamentação…

Hoje estamos assim:

Fabiola Cassab, mãe da Paola, que ainda está negociando seu desmame.
Ana Basaglia, mãe do Roberto e da Beatrice, que mamaram por menos de um ano, e da Gabriela, que passou por um longo e suave processo de desmame natural, após mamar por mais de 3 anos.
Flávia Gontijo, mãe da Ana Clara e do João Pedro, que mamaram por mais de 3 anos, e grávida da terceirinha (Mabi?), que claaaaro, vai mamar muito!
Rosângela Alvez, mãe do Gabriel e da Heloísa, e agora da SampaSling (os melhores carregadores de bebês!). Gabriel foi mamador exclusivo por mais de um ano, Helô quase bateu esse prazo!
Marcela Calif Simas, mãe do Pedro e da Rafaela, que também amamentou muito tempo, mesmo com “bico plano”. Você também tem o bico assim? Converse com ela!
Ana Lopes, mãe da Clara e que mamou muito!
Natália Coltri Fernandes, mãe da Valentina, bebêzona-que-dá-vontade-de-morder e que mama muito ainda!
Cássia Vieira, que está chegando agora, mãe do Pedro Henrique, e que vai ajudar muito com sua animação e alegria.

COMO?

Nos moldes de entidades reconhecidas mundialmente como La Leche League e Amigas do Peito, fazemos reuniões onde usamos de nossas experiências e da experiência de outras mães para fornecermos apoio e respaldo na busca de informações científicas para tentar resolver problemas relacionados com amamentação, e com essa fase tão delicada quando acabam de nascer bebê e mãe.

Nossa principal mensagem para as mães é que os problemas existem, mas podem ser superados e elas não estão sozinhas nessa busca.

ONDE?

Realizamos reuniões todas as sextas-feiras das 13h30 às 15h30 na:
Casa do Brincar
Rua Ferreira de Araújo, 388, Pinheiros, em São Paulo (NOVO ENDEREÇO, prestem atenção!)

Ocasionalmente, também fazemos reuniões temáticas, em geral no terceiro sábado do mês, no estúdio de uma de nossas colaboradoras, na Lapa/SP. Esses encontros são divulgados aqui no blog, ou, para quem já nos conhece, é enviado um email. Então, se você tiver interesse, nos escreva!

Contatos urgentes por telefone podem ser feitos com a Fabíola no celular (11) 99622-3737 (um bebezinho chorando e sua mãe ansiosa, precisando ouvir uma palavra amiga, pode ser urgente, sim!).

Todos os nossos encontros são gratuitos e abertos a quem quiser comparecer, não havendo necessidade de inscrição prévia. Venha trocar uma idéia com a gente!

Uma resposta para quem, como, onde

  1. beatrice disse:

    olá, achei bacana a proposta do site!

%d blogueiros gostam disto: